Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Janeiro de 2018 | 04h38 - Actualizado em 13 Janeiro de 2018 | 04h38

Delegação do Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana efectua périplo

Roma - Uma delegação do Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana (FFSA) da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), liderada por Angola, efectua de nove a 21 de Janeiro um périplo por três países africanos beneficiários da sua ajuda financeira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A delegação da FAO visitará o Malawi, Camarões e Uganda, para “in loco” observar a aplicação da ajuda financeira disponibilizada pelo Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana para vários projectos ligados à agricultura e segurança alimentar nestes países.

De açor com fonte diplomática a que a Angop teve hoje acesso, Além da avaliação do grau de execução dos projectos financiados pelo Fundo, as visitas visam igualmente sensibilizar os referidos governos para a realização e sua participação num fórum,  para a mobilização de recursos financeiros, agendado para  Maio próximo em Marrocos.

A comitiva, encabeçada pelo representante de Angola junto das Agências das Nações Unidas em Roma, embaixador  Florêncio de Almeida, na qualidade de presidente deste Fundo, terá encontros de trabalho com as autoridades governamentais, municipais e tradicionais daqueles países.    

Em Malawi, onde tem em agenda um encontro com ministro da Agricultura, Irrigação e Desenvolvimento, a delegação vai interagir com grupos de beneficiários nas escolas agrícolas de Lowani, Chisomo, Tikodane, Tilimbike e dos escritórios de Tamani, enquanto nos Camarões efetuará visitas de campo nas localidades de Phalombe, Foumbot e Bafoussam.

Depois do encontro com ministro da Agricultura do Uganda, a comitiva vai igualmente visitar uma escola integrada de piscicultura na localidade ugandesa de Lira e a Fazenda “Harmony Youth”.

O Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana foi lançado oficialmente na trigésima oitava sessão da Conferência da FAO, em Junho de 2013, com um financiamento inicial de 40 milhões de dólares doados pela Guiné Equatorial, Angola e pelas organizações da sociedade civil da República do Congo.

O Fundo tem o objectivo de apoiar, através  dos países africanos com economias mais fortes, os países com maiores dificuldades, por forma a atenuar os graves problemas alimentares.

O Fundo, que já  beneficiou 17 projectos em 40 países, concedeu também o seu apoio solidário, através de financiamentos, aos países que se defrontavam com problemas graves de ébola, a fim de reactivarem a produção agrícola, nomeadamente às Repúblicas da Libéria, Serra Leoa e Guiné.

Assuntos Cooperação  

Leia também
  • 05/11/2018 20:13:47

    Manuel Augusto prepara visita do Chefe de Estado a Moçambique

    Luanda - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, trabalhou durante três dias em Moçambique para, entre outros, reforçar os laços de cooperação nos vários domínios e preparar a visita de Estado do Presidente da República, João Lourenço.

  • 05/11/2018 18:57:03

    Embaixada desmente expulsão de angolanos no Congo Democrático

    Luanda - A Embaixada de Angola na República Democrática do Congo negou a existência de casos de expulsão de cidadãos angolanos neste país da África Austral, como retaliação da operação transparência.

  • 05/11/2018 17:36:45

    Ministro da defesa congolês deixa Luanda

    Luanda - O ministro da Defesa Nacional da República do Congo, Charles Richard Mondjo, deixou na tarde hoje (segunda-feira), Luanda, depois de proceder à entrega de uma mensagem do Presidente Dennis Sassou Nguesso ao homólogo angolano João Lourenço.

  • 05/11/2018 16:06:02

    PR recebe mensagem do homólogo do Congo

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, recebeu nesta segunda-feira, em Luanda, uma mensagem verbal do seu homólogo do Congo, Denis Sassou Nguesso, relacionada com questões de interesse comum.