Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

08 Novembro de 2018 | 06h07 - Actualizado em 08 Novembro de 2018 | 09h40

Governo retoma projecto de assentamento dos vatuas

Oncocua - Oito anos depois da sua paralisação, o projecto de assentamento e inclusão social e produtiva da etnia vatuas no município do Curoca vai retomar em 2019, disse quarta-feira, em Oncocua, o director da Agricultura no Cunene, Pedro Tibério.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O responsável, que falava no decurso da visita do vice-presidente da República, Bornito de Sousao, ao município do Curoca, disse que é para o próximo ano a retoma do projecto, obedecendo alguns ajuste quanto à sua implementação, pois já não será no local anterior , de mil e 600 hectares.

O projecto no seu primeiro ano de execução não atingiu as metas desejadas na  produção de feijão e milho , devido à problemática da seca e a dificuldade de adaptação  dos dois mil e 356 membros da comunidade do  povo vatuas integrado no programa, disse.

Pedro Tibério fez saber que os mil e 600 hectares existente, localizados na chana de avestruz, no município do Curoca, irá servir de um espaço para produção de ração bovina.

No quadro da visita ao município do Curoca, o vice-presidente da República, Bornito de Sousa, visitou  o lar dos estudantes de Oncócua, ponto de água  do catavento, tanque de banheiro bovino e duas cacimbas.

O vice-presidente concedeu também audiência às autoridades tradicionais, entidades eclesiásticas e representante da comunidade vatuas.

O povo da etnia vatuas faz parte dos grupos minoritário  no município do Curoca, de origem Herero  e são tidos como vulneráveis.

O município do Curoca, com uma população estimada em 41 mil e 871 habitantes distribuídos em duas comunas, dista a 333 quilómetros a Oeste de Ondjiva, capital da província do Cunene.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 02/02/2019 19:21:13

    Cunene: SME expulsa estrangeiros por irregularidade migratória

    Ondjiva - Quatro cidadãos namibianos e um centro-africano , em situação migratória ilegal na província do Cunene, foram expulsos do país nos últimos sete dias, através do posto fronteiriço de Santa-Clara.

  • 30/01/2019 18:28:47

    Recomendada tradução dos manuais sobre direitos humanos

    Ondjiva - A tradução dos manuais e folhetos informativos sobre os direitos humanos em línguas nacionais foi recomendada esta quarta-feira, em Ondjiva (Cunene), pelos membros do Comité de Direitos Humanos na região.

  • 28/01/2019 13:46:07

    Governo busca soluções para combate à seca no Cunene

    Ondjiva - O governo angolano está a avaliar a seca no Cunene, um problema cíclico que afecta, pelo menos, 284 mil 780 pessoas, numa região que tem 990 mil e 87 habitantes.

  • 27/01/2019 16:31:34

    SME regista aumento de 688 movimento migratório no Cunene

    Ondjiva - Catorze mil e 432 movimentos migratórios, de nacionais e estrangeiros, foram registados nos últimos sete dias, na fronteira com Angola/Namíbia, pelo Serviço de Migração Estrangeiro (SME) no Cunene, com o acréscimo de 688 em relação a igual período anterior.