Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Julho de 2018 | 04h39 - Actualizado em 04 Julho de 2018 | 03h54

Político recomenda boa gestão do programa de governação no Cuchi

Menongue - O 2º secretário do MPLA no Cuando Cubango, José Martins, recomendou, na terça-feira, ao novo 1º secretário do Cuchi, Carlos José Pedro, a velar pela boa gestão dos programas governamentais direccionados para o desenvolvimento sustentado da circunscrição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuando Cubango: José Martins - 2º secretário provincial do MPLA

Foto: Armândio Morais

O jovem político fez essa recomendação quando discursava na VI conferência extraordinária, que culminou com a eleição de Carlos José Pedro, como 1º secretário do MPLA no Cuchi, em substituição de Verónica Mutango Adolfo.

" O novo secretário é filho daquela municipalidade e quadro de reconhecidas valências, pelo que, com apoio de todos os membros, militantes e dirigentes do partido, vai continuar a melhorar todas as acções que a antecessora deixou e desenvolver outras que venham engradecer o Cuchi.

Assim, solicitou os militantes da JMPLA, da Organização da Mulher Angolana (OMA) e do MPLA no sentido de apoiarem o novo 1º secretário eleito, tal como fizeram com a cessante, Verónica Mutango Adolfo, a quem cabe, doravante, as responsabilidades de dirigir as estruturas do partido no poder no Cuchi.

Defendeu que cabe ao novo 1º secretário do Cuchi fortalecer a coesão interna no seio dos militantes, elevar o crescimento quantitativo e qualitativo da base estatística dos membros do MPLA naquela municipalidade.

Preparar permanentemente as estruturas de base do partido o processo futuro da realização das eleições autárquicas e incentivar todos os militantes, suas organizações sociais e associadas para a observância rigorosa no pagamento de quotas, bem como contribuições obrigatórias e facultativas ao partido, são outras tarefas do novo secretário.

Referiu que a antiga secretária, durante o seu mandato na direcção do partido, teve muitas conquistas, desde à consolidação do ambiente de paz e harmonia social entre os militantes do partido, a partir da base até a direcção do comité municipal, assim como na estrutura de governação do Estado.

Disse também que conseguiu reavivar a sã convivência com os distintos órgãos da sociedade civil, ao que granjeou um elevado apoio que se traduziu no sucesso da sua missão, com destaque a vitória do MPLA nas eleições de 2017 por 85 porcento dos votos expressamente válidos.

   

Leia também
  • 02/02/2019 19:03:49

    MPLA propõe promoção da cultura de paz na agenda política 2019

    Luanda - O MPLA propõe na sua agenda política 2019 promover a cultura de paz, do diálogo fraterno e da solidariedade no seio da sociedade angolana, assim como apoiar iniciativas que visam à preservação da paz e consolidação da unidade e reconciliação nacional.

  • 02/02/2019 18:26:19

    Processo de implementação das autarquias prioridade da agenda política do MPLA

    Luanda - O preparação para o processo de implementação das autarquias e consolidação das reformas do Estado no âmbito da administração central e local, bem como do sector da justiça constituem tarefas prioritárias para agenda política do MPLA, em 2019, lançada hoje, sábado, em Luanda.

  • 02/02/2019 18:01:43

    Resenha: Solidariedade de Angola ao povo brasileiro mereceu destaque

    Luanda - A mensagem de pesar do Presidente da República, João Lourenço, endereçada ao seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, pelas mortes resultantes da ruptura uma barragem constituiu um dos destaques do noticiário político da semana que termina hoje, sábado.

  • 01/02/2019 21:30:14

    FAA apela à transmissão de conhecimento

    Luanda - O chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, Egídio de Sousa Santos, apelou hoje aos nacionalistas com conhecimento técnico e cientifico a transmitirem o seu legado às novas gerações, por forma a perspectivarem o futuro com a experiência do passado.