Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

29 Novembro de 2019 | 09h14 - Actualizado em 29 Novembro de 2019 | 15h58

MPLA quer responsáveis que influenciem positivamente os jovens

Luanda - O MPLA quer titulares de cargos de responsabilidade política que tenham atitudes que dignificam o bom nome do partido e com o seu comportamento e exemplo possam influenciar positivamente os militantes e os cidadãos, sobretudo a juventude.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo

Foto: Henri Celso

O desejo foi manifestado pelo secretário-geral do Partido, Paulo Pombolo, no encerramento do curso de formação político-ideológica para os membros do Comité Central.

Paulo Pombolo disse que o seu partido quer quadros capazes de traduzir, cada vez mais, as expectativas, as promessas e os programas em acções concretas em benefício do povo.

Explicou que o MPLA continuará de forma perspicaz a dinamizar o controlo e o monitoramento dos quadros, a avaliar o desempenho, a actualizar e a consolidar a reserva dos mesmos, incluindo os potenciais candidatos às autarquias, promovendo o estudo político mediante cursos e eventos de formação política à semelhança do que acaba de encerrar.

O responsável  fez uma análise da actual situação do país, dizendo que Angola tem vivido um período de reforço da capacidade institucional do Estado, onde se verificam avanços na gestão das finanças públicas, no exercício regular da prestação de contas, no aprofundamento do quadro jurídico de responsabilização, no aumento da transparência, na simplificação dos actos para investimentos estrangeiros, na liberdade de imprensa, no fortalecimento da sociedade civil e na participação do cidadão na vida pública.

Quanto a formação, afirmou que a mesma visou corresponder a necessidade de se adequar permanentemente a intervenção do capital humano do MPLA aos desafios que se colocam ao partido e ao país para concretização do seu programa de governação.

Disse ainda que o resultado final da formação vai permitir continuar a uniformizar os métodos de actuação, intensificar aos vários níveis o trabalho de contacto dos membros do Comité Central com as bases e com os cidadãos, através dos grupos de acompanhamento do secretariado do BP, dos deputados do Grupo Parlamentar, dos dirigentes, quadros  do MPLA, do executivo e de uma maneira geral dos responsáveis das direcções das estruturas intermédias do partido, nos diferentes escalões, garantindo deste modo, uma maior aproximação e empatia dos militantes e cidadãos nas comunidades.

Este exercício visou também o desenvolvimento de discussões teóricas históricas e aplicadas para aumentar o conhecimento dos dirigentes do partido e que vai continuar para os níveis intermédios com o objectivo de fortalecer as estruturas de direcção.

Considerou o capital humano o  elemento fundamental de todo processo de transformação política, económica, social e que o planeamento estratégico continuará a ser, para o partido MPLA, uma ferramenta importante para capacitar de modo adequado, política e ideologicamente, os quadros da organização, permitindo assim uma gestão provisional que corresponda aos objectivos estratégicos do MPLA para cada momento.

Nos dois dias de formação, os membros do Comité Central do MPLA participaram em conferências sobre o programa e estatutos do partido, partidos políticos e sistemas de partidos, a  Constituição da República, o socialismo  democrático, liderança política, plano estratégico e ética política, bem como disciplina partidária.

Assuntos MPLA   Província » Luanda  

Leia também
  • 27/11/2019 13:49:22

    MPLA exige comprometimento dos seus dirigentes e quadros

    Luanda - A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, disse que o partido pretende que os seus quadros e dirigentes sejam efectivamente defensores intransigentes da linha política, dos princípios e valores da orientação ideológica da organização, respeitando o povo e lutando, incansavelmente, pela defesa dos seus interesses.

  • 27/11/2019 12:31:12

    MPLA sugere mais investimentos no Cuanza Norte

    Ndalatando - Os membros do comité provincial do MPLA no Cuanza Norte sugeriram, terça-feira, em Ndalatando, ao governo provincial, o reforço das acções para a captação de investimento privado destinados à região, potencialmente agrícola.

  • 26/11/2019 16:11:40

    UNITA aposta no trabalho junto das comunidades

    Luanda - A nova direcção da UNITA, resultante do XIII Congresso Ordinário, realizado de 13 a 15 de Novembro, tem como palavra de ordem trabalhar junto às comunidades, dedicando-se mais ao cidadão e evitar concentrar-se no topo.