Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Dezembro de 2019 | 10h03 - Actualizado em 19 Dezembro de 2019 | 17h10

PR inaugura Centro de hemodiálise para 90 pacientes/dia

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou nesta quinta-feira o Centro de Hemodiálise de Luanda, uma unidade com capacidade para atender 90 pacientes/dia com insuficiência renal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Vista interior do Centro de Hemodiálise de Luanda

Foto: Pedro Parente

Presidente João Lourenço com um paciente no Centro de Hemodiálise de Luanda

Foto: Pedro Parente

Anexo ao Hospital Geral de Luanda (HGL), o Centro está programado para atender, em três turnos, 30 pacientes por quatro horas.

Em declarações à Angop, o director-geral do HGL, Carlos Zeca, afirmou que, numa primeira fase, o centro começa com 30 cadeiras e três médicos especialistas, que serão auxiliados por médicos internos, técnicos de enfermagem e administrativos.

Segundo o gestor, em 2020, serão admitidos mais dois médicos nefrologistas, passando para cinco o número de especialistas. Considerou  ideal a capacidade de cadeiras para a demanda prevista.

Ainda no quadro de admissão de novos técnicos, Carlos Zeca disse que se prevê, igualmente, para o próximo ano a abertura de um concurso público de acesso, para aumentar o número de especialistas na unidade.

Para o médico, a abertura do centro representa um valor acrescentado para o HGL, pois alarga os serviços da unidade hospitalar, que também presta serviços de medicina.

Com esse novo serviço, o Hospital Geral de Luanda (HGL) deixará de transferir doentes para os hospitais Josina Machel, Pediátrico e Américo Boavida.

Interrogado se a falta de água que algumas vezes acontece no hospital não afectará a actividade do Centro, tranquilizou, respondendo que essa questão está resolvida, com a construção, pela Empresa Pública de Águas de Luanda (EPAL), de uma nova conduta desse líquido, que estabilizou o seu fornecimento.

Segundo Carlos Zeca, existe igualmente um reservatório com capacidade para 180 mil litros de água, com ligação às estruturas do hospital, acrscentando que há ainda um outro conectado ao sistema de funcionamento do Centro de Hemodiálise.

A inauguração do Centro de Hemodiálise de Luanda faz parte da jornada de campo de dois dias que o Presidente da República cumpre, desde quarta-feira, à província de Luanda. Ainda nesta quinta-feira, o Chefe de Estado angolano inaugurou também a Centralidade do Zango 5.

A visita do Presidente da República à província de Luanda termina na tarde de hoje com uma visita ao Projecto Integrado de Desenvolvimento Agrícola e Regional da Quiminha, no município de Icolo e Bengo.

Leia também
  • 19/12/2019 14:12:04

    Quiminha aumenta produção para 35 mil toneladas

    Luanda - O Projecto Integrado de Desenvolvimento Agrícola e Regional da Quiminha, no município de Icolo e Bengo, em Luanda, aumentou, este ano, a produção de vegetais, cereais, tubérculos e frutas para 35 mil toneladas, contra 27 mil toneladas em 2018.

  • 19/12/2019 11:25:58

    Presidente inaugura Centralidade do Zango 5

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou nesta quinta-feira, em Luanda, a Centralidade do Zango 5, um projecto habitacional com 7.964 moradias.

  • 19/12/2019 10:05:18

    Síntese das principais notícias

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos: