Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

23 Maio de 2019 | 21h46 - Actualizado em 24 Maio de 2019 | 11h06

Angola e PAM assinam protocolo de desenvolvimento sustentável

Luanda - O Governo angolano e o Programa Alimentar Mundial (PAM) rubricaram esta quinta-feira, em Luanda, um Instrumento Jurídico para a promoção e o alcance dos 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e para a nova agenda de acção que vai até 2030.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Momento da Assinatura de Acordo entre o MIREX e o PAM

Foto: Alberto Juliao

Assinaram o documento o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas, Domingos Custódio Vieira, e a directora Regional do Programa Alimentar Mundial (PAM), Maria Dolores Castro Benitez.

Os objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), também conhecidos como objectivos Globais, são um chamado universal para a acção contra a pobreza, protecção do planeta e para garantir que as pessoas tentam paz e prosperidade.

Esses 17 objectivos foram construídos com o sucesso dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, incluindo novos temas, como a mudança global do clima, desigualdade económica, inovação, consumo sustentável, paz e justiça, entre outras prioridades

Os países membros da ONU reuniram-se na sua sede, em Nova Yorque, para adoptar, formalmente, uma nova agenda de desenvolvimento.

A “Agenda 2030”, em efeitos desde 1 de Janeiro de 2016, que integra os 17 ODS, sucessores dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), que devem ser implementados durante os próximos 15 anos, isto é, até 20130, procura fortalecer a paz universal com mais liberdade.

A representante do PAM informou que o memorando visa, fundamentalmente, apoiar tecnicamente o Governo angolano nas áreas de educação e saúde e dar resposta às mudanças climáticas.

Por sua vez, Domingos Custódio Vieira explicou que o memorando de entendimento vai dar uma nova dinâmica à cooperação com esta instituição do sistema das Nações Unidas.

Fundado em 1961, o PAM tem como objectivos principais a utilização da ajuda alimentar no apoio ao desenvolvimento económico e social, satisfazer as necessidades dos refugiados, apoiar países em casos de emergência, entre outras acções.

Assuntos Acordo  

Leia também
  • 03/05/2019 14:58:45

    Japão concede assistência de 200 milhões de ienes a Angola

    Luanda - Angola e o Japão rubricaram esta sexta-feira, em Luanda, um acordo de Concessão de Assistência Não Reembolsável para a implementação do Programa de Desenvolvimento Económico e Social no país no domínio da Saúde, avaliado em duzentos milhões de ienes japoneses (um iene equivale a 2,8 kwanzas).

  • 14/01/2019 20:18:45

    Angola e EAU rubricam acordos nos domínios da energia e águas

    Abu Dhabi (Dos enviados especiais) - Autoridades de Angola e dos Emirados Árabes Unidos (EAU) rubricaram, nesta segunda-feira, três acordos nos domínios da produção, transporte e distribuição de energia e do abastecimento de água potável.

  • 21/12/2018 22:59:07

    Directora-geral do FMI deixa Angola

    Luanda - A directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, deixou Luanda, depois de cumprir uma visita de trabalho de 48 horas, a propósito do empréstimo de 3,7 mil milhões de dólares que aquela instituição financeira concedeu á Angola.