Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Julho de 2019 | 16h43 - Actualizado em 04 Julho de 2019 | 17h40

Cadeia regista superlotação no Bié

Cuito - A cadeia central do Cuito (Bié) alberga presentemente 695 reclusos, contra 250 da sua real capacidade, a superlotação está a criar "transtornos" na acomodação dos presidiários, admitiu nesta quinta-feira o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação Provincial do Interior, inspector-prisional chefe José Daniel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo apurou à Angop, a cadeia de Capolo, situada na comuna da Chicala, a mais de 60 quilómetros do Cuito, também regista uma superlotação de mais de 54 reclusos. Alberga presentemente 304 reclusos (entre detidos e condenados),  quando a sua capacidade real é de 250.  

Apesar dos indicadores apresentados, realça ainda a fonte, a província não tem excesso de prisão preventiva, porque durante o período em referência o sector controlou 258 reclusos com processos em fase de instrução preparatória pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Ao fazer o balanço da situação penitenciária do II trimestre do ano em curso, a fonte considera que a superlotação que se regista nas cadeias do Bié, deve-se ao “aumento considerável” da criminalidade na província, o que faz com que os serviços prisionais sejam incapazes darem melhor acomodação à população penal, cuja maioria é jovem.

Para se inverter o quadro, está em fase avançada de construção, há cerca de nove meses, uma outra cadeia, no Centro Administrativo do Cuquema, a 18 quilómetros a oeste da cidade do Cuito, que poderá albergar mil e quinhentos reclusos.  

De acordo com a mesma fonte, as obras de construção da referida cadeia estão paralisadas devido a crise económica.

Assuntos Polícia   Província » Bié  

Leia também
  • 30/06/2019 00:50:50

    MPLA aponta autarquias como vantagem da descentralização

    Cuito - A implementação das autarquias em 2020 constituirá uma das maiores vantagens do processo de descentralização administrativa do Estado para o bem-estar dos cidadãos considerou, sábado, o segundo secretário municipal do MPLA do Cuito, província do Bié, Nelson Quintas.

  • 28/06/2019 17:28:13

    Comandante-geral quer maior segurança pública em Luanda

    Luanda - O comandante-geral da Polícia Nacional, Paulo de Almeida, quer maior segurança pública e satisfação dos cidadãos, na Província de Luanda, mediante a autuação dos agentes da corporação.

  • 22/06/2019 16:48:21

    MPLA reitera apelo ao fortalecimento e união dos militantes

    Chinguar - O primeiro secretário do MPLA na província do Bié, Pereira Alfredo, defendeu, hoje (22), no município do Chinguar, a 75 quilómetros a Oeste da cidade do Cuito, a necessidade dos militantes serem cada vez mais fortes e unidos, visando ultrapassar os próximos desafios.