Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

18 Julho de 2019 | 14h37 - Actualizado em 18 Julho de 2019 | 14h37

Brigada de desminagem desactiva mais de 600 minas em Camacupa

Camacupa - Trinta e sete minas e 694 outros engenhos não detonados foram destruídos, nos últimos dez dias, em Camacupa, 82 quilómetros a Leste da cidade do Cuito (Bié), pela 6ª Brigada de Desminagem da Casa de Segurança do Presidente da República.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Processo de desminagem segue curso no Bié

Foto: Pedro Parente

Do material destruído constam minas anti-pessoal e anti-tanque, munições de AKM em estado obsoleto, bem como projécteis distintos, confirmou nesta quinta-feira à Angop o responsável pela brigada, Isaac Luciano Mbala.

Os engenhos foram recolhidos em áreas adjacentes à linha do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) e Estrada Nacional 250.

A próxima fase desse processo tem em vista a comuna do Munhango, limítrofe com a vizinha província do Moxico.

Avançou que a acção vai permitir que o Governo do Bié projecte a construção de novas infra-estruturas sociais e económicas nas localidades desminadas.

A par da 6ª Brigada de Desminagem da Casa de Segurança do Presidente da República, opera no processo de desminagem, na província do Bié, a Organização Não Governamental (ONG) Apacominas.

Dados do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) referem que o processo de desminagem no país já custou, desde 2002, ao país, mais de 500 milhões de dólares. No mesmo período Angola “limpou” mais de dois mil campos de minas.

A 20 de Novembro de 2018, após a divulgação, em Genebra (Suíça), de um relatório do Landmine Monitor, Angola pediu uma extensão do prazo até Janeiro de 2026 para eliminar mil 465 áreas minadas.

Leia também
  • 11/07/2019 19:39:52

    Cadetes da academia militar buscam experiências no Cuito

    Cuito - Noventa e sete cadetes do 5º ano da Academia Militar do Exército (AMex) participam, desde esta quinta-feira, na cidade do Cuito, província do Bié, numa excursão sobre o conflito pós-eleitoral, nessa cidade, no período de 1993 a 1997.

  • 06/07/2019 19:46:37

    MPLA reitera pedido de colaboração no combate à corrupção

    Cuito - O primeiro secretário do Comité Provincial do MPLA do Bié, Pereira Alfredo, solicitou, hoje (sábado), na cidade do Cuito, a colaboração da sociedade civil no programa de combate à corrupção e outros males que enfermam as comunidades.

  • 06/07/2019 13:53:30

    Bié: UNITA reitera apelo à fiscalização do PIIM

    Cuito - O primeiro secretário da UNITA do Bié, Adérito Jaime Fernandes Candambo, reiterou o apelo, hoje (sábado), no Cuito, para a necessidade dos cidadãos fiscalizarem o Plano Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM), lançado pelo Presidente da República, João Lourenço, sob pena de fracassar.