Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

07 Setembro de 2019 | 13h46 - Actualizado em 07 Setembro de 2019 | 13h45

Vice-presidente recebe autor do livro "Kayak the Kwanza"

Luanda - O vice-presidente da República, Bornito de Sousa, recebeu neste sábado, o investigador britânico Oscar Scafidi, autor do livro "Kayak the Kwanza", com quem abordou questões de interesse geral.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, recebe investigador britânico, Oscar Scafidi

Foto: Pedro Parente

Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, recebe especialista britânico, Óscar Scafidi que realizou uma expedição ao longo do rio kwanza

Foto: Pedro Parente

Professor de história e filosofia, Oscar Scafidi realizou em Junho de 2016, na companhia do também britânico Alfy Weston, uma expedição de quatro semanas ao Rio Kwanza, abordo de uma canoa (caiaque) de madeira.

A aventura culminou mais tarde com uma distinção do Guiness World Book (livro de recordes).

Oscar Scafidi está “imortalizado” no livro dos recordes por ter percorrido mil e 300 quilómetros que separa a nascente do Rio Kwanza, província do Bié, a sua foz no Oceano Atlântico, em 32 dias, tempo nunca antes alcançado.

Durante o encontro com Bornito de Sousa, o investigador britânico ofereceu um exemplar do livro (Kayak the Kwanza) lançada em Março deste ano, em Londres (Inglaterra).

Com 206 páginas, escrito em Inglês, Kayak the Kwanza, que teve uma tiragem de duas mil cópias, mostra ao mundo os encantos do Rio Kwanza, segundo Oscar Scadifi, que falou à imprensa, à saída da audiência concedida pelo vice-presidente, Bornito de Sousa.

“Foi uma experiência fantástica, mas também muito perigosa pela diversidade da fauna e flora”, sublinhou a propósito da expedição ao Kwanza.

A aventura de Oscar Scafidi e Alfy Weston pelo Kwanza deu igualmente lugar ao documentário “Kayak the Kwanza”, apresentado em festivais de cinema no Reino Unido, nos EUA, no Canada, na Austrália e no Chipre.

Segundo Oscar Scafidi, 25 por cento do resultado das vendas do livro será revertido para o programa de desminagem em Angola, por via da Organização Não  Governamental de Desminagem “ The Hello Trust”.

Informou que a comercialização do livro, a venda em Angola a dez mil kwanzas, já permitiu arrecadar receitas na ordem dos 25 mil dólares.

Maior rio de Angola, o Kwanza nasce no município do Chitembo, província do Bié, no Planalto Central de Angola. O seu curso desenha uma grande curva para o extremo Norte e para Oeste, antes de desaguar no Oceano Atlântico, na Barra do Kwanza, a sul de Luanda.

Leia também