Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Setembro de 2019 | 13h37 - Actualizado em 09 Setembro de 2019 | 15h41

Imprensa qatari considera sucesso visita de João Lourenço a Doha

Doha (dos enviados especiais) - A reacção da sociedade à visita oficial do Presidente da República, João Lourenço, ao Qatar e aos acordos assinados entre os dois Estados é hoje destaque da imprensa qatari, que considera positiva a parceria rumo ao fortalecimento das relações.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Qatar: Jornal Golf Times destaca resultados da visita do Presidente João Lourenço

Foto: Cedida

Qatar: Presidente da República, João Lourenço (à dir.), no Palácio de Doha com emir Sheik Tamim bin Hamad Al-Thani

Foto: Cedida

Gulf Times, The Peninsula Business, QNA, The Peninsula, The Gulf Times Community e Al Jazeera, órgãos de maior circulação e audiência no país do Médio Oriente, dedicam, nas capas, o impacto da primeira deslocação oficial de um Chefe de Estado de Angola ao Qatar.

O "The Peninsula" destaca o encontro entre João Lourenço e o emir Sheik Tamim bin Hamad Al-Thani, que terminou com a assinatura de seis acordos de cooperação e um memorando de entendimento no sector marítimo e portuário, enquanto o diário económico "The Peninsula Business" abre com o início da ligação aérea, em Março de 2020, pela Qatar Airways.

O "Gulf Times" dedica quase meia página da presença do Presidente da República, com foco para os protocolos rubricados, e traz também pormenores do modelo de avião escolhido para o voo inaugural. Trata-se de um Boeing Dreamliner 787, com 22 assentos na classe executive e 232 na económica.

A agência de notícias do Qatar (QNA) reproduz alguns conteúdos da congénere angolana (ANGOP) e destaca a abertura dos dois Estados, que se espera confirmar os compromissos assumidos para o aproveitamento mútuo das oportunidades disponíveis em ambos os lados.

Até as primeiras horas desta segunda-feira, a "QNA" teve na manchete o encontro de João Lourenço com vários empresários da Câmara do Qatar, onde foram analisadas as oportunidades de investimento no seu país e os benefícios que oferece aos investidores estrangeiros, com o título "Angola aberta ao mundo".

O estadista angolano convidou, nesse encontro, os homens de negócios a investirem no país e apontou alguns sectores-chave, como turismo, infra-estruturas e indústria.

Na secção de economia da agência noticiosa, destacaram-se as declarações do segundo vice-presidente da câmara, Rahsid Al Athaba, que se mostra ansioso para começar esta nova era "em peso".

Os receios dos empresários qataris, apresentados durante o encontro com o Chefe de Estado angolano, mereceram alguns minutos da Qatar TV, que sublinha as observações de Athaba e diz que o volume comercial é quase inexistente.

“O sector privado dos dois países deve trabalhar para ajudar a desenvolver o comércio”, descreve a versão em língua inglesa no seu rodapé.

A cadeia de televisão Al Jazeera, sediada em Doha, abriu um dos canais em inglês e em árabe, com a assinatura dos protocolos, sublinhando o anúncio de Akbar Al Baker, presidente-executivo do Grupo Airways, sobre a abertura de novas rotas e a sua expectativa para a capital angolana.

Também dedicou espaço para abordar a interacção entre João Lourenço e grupos empresariais do Qatar (Câmara de Comércio e Indústria, Associação Empresarial), principais motores do desenvolvimento económico deste país.

A propósito do encontro, os empresários ouviram o Chefe de Estado falar das potencialidades em sectores económicos importantes, como agricultura e mineração, e mostraram forte interesse. O que tranquilizou os homens de negócios foram os incentivos ao investimento, novas leis e procedimentos para a facilitação. 

Angola e Qatar assinaram, no Palácio Real do Emir, seis acordos, designadamente "Promoção e Protecção Recíproca de Investimentos", "Protocolo para o Estabelecimento de Mecanismos de Consultas Políticas" e "Acordo de Supressão de Vistos em Passaportes Diplomáticos e Especial".

Rubricaram, igualmente, acordos sobre "Marinha Mercante", "Cooperação Económica, Comercial e Técnica" e um "Memorando de Entendimento entre a Empresa de Gestão de Portos do Qatar (Mwani) e o Instituto Marítimo Portuário de Angola (IMPA)".

O Presidente João Lourenço, que deixa a cidade de Doha nesta segunda-feira, visitou a Biblioteca Nacional do Qatar, o Museu Nacional, a Fundação Qatar e o estádio Al Wakra, um dos palcos do Mundial FIFA 2022, a disputar-se no Quatar, país com o melhor Produto Interno Bruto do mundo.

Leia também
  • 09/09/2019 08:48:29

    PR participa no Fórum "Investir em África" em Brazzaville

    Luanda - O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, viaja, nesta segunda-feira, do Qatar para a capital da República do Congo, Brazzaville, a fim de participar, terça-feira (10), nos trabalhos do 5.º Fórum "Investir em África".

  • 09/09/2019 02:13:53

    Angola encontra parceiro para acelerar desenvolvimento

    Doha (dos enviados especiais) - A experiência do Qatar no aproveitamento de recursos para a sua economia pode acelerar o desenvolvimento de Angola, defendeu domingo, em Doha, o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

  • 09/09/2019 01:09:50

    Angola aberta para investimento estrangeiro

    Doha (Dos enviados especiais) - Com uma mensagem simplificada de "sejam bem-vindos a Angola", aplaudida pelos empresários qataris, João Lourenço convidou os investidores a participarem no desenvolvimento do país, através de apostas em mais sectores da economia.