Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Setembro de 2019 | 14h47 - Actualizado em 22 Setembro de 2019 | 14h47

Julgamento do general "Zé Maria" retoma segunda-feira

Luanda - O julgamento do ex-chefe do Serviço de Inteligência e Segurança Militar (SISM), António José Maria "Zé Maria", retoma as sessões nesta segunda-feira (23) com a audição dos declarantes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 O general é acusado e pronunciado pelos crimes de insubordinação e extravio de documentos, aparelhos ou objectos com informações de carácter militar.

 Ao ser interrogado pelo Tribunal, o general Zé Maria confirmou ter retirado os documentos referentes à batalha do Cuito Cuanavale, alegando que estava a concluir um trabalho de pesquisa sobre o percurso político, diplomático e militar de Angola no período de 1975 a 1988.

O réu negou qualquer classificação desses documentos como secretos, por, no seu entender, não constituírem perigo à segurança nacional, apesar de reconhecer o seu carácter militar e titularidade do Estado angolano, que os adquiriu às autoridades sul-africanas, por montante superior a dois milhões de dólares norte-americanos.

O Ministério Público reafirma a acusação contra o ex-chefe do SISM. Segundo o despacho de pronúncia, em Novembro de 2017, o general António José Maria foi informado que seria exonerado das suas funções e consequente passagem à reforma pelo ministro da Defesa Nacional, Salviano Sequeira.

Após a sua exoneração, realça o despacho, o réu subtraiu documentos relativos à batalha do Cuito Cuanavale, província do Cuando Cubango, adquiridos com dinheiro retirado dos cofres do Estado.

António José Maria esteve à frente do Serviço de Inteligência e Segurança Militar (SISM) de 2009 a 2017.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 21/09/2019 16:05:18

    Embaixadora na Itália reconhece angolanos residentes

    Roma - A embaixadora de Angola na Itália, Maria de Fátima Jardim, entregou, sexta-feira, certificados de mérito a angolanos residentes naquele país europeu, que se destacaram na promoção dos valores patrióticos e culturais.

  • 20/09/2019 20:33:24

    Angola disponibiliza Akz 4 mil milhões para repatriar ilegais

    Luanda - O Governo angolano disponibilizou mais de quatro mil milhões de kwanzas para repatriar imigrantes ilegais, no quadro da Operação Transparência, em curso no país desde Setembro do ano transacto.

  • 20/09/2019 18:27:06

    Tribunal Supremo adia julgamento de "Zenu" dos Santos

    Luanda - O Tribunal Supremo adiou para data a designar o início do julgamento do antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos "Zenu", inicialmente marcado para 25 deste mês.