Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Outubro de 2019 | 21h48 - Actualizado em 13 Outubro de 2019 | 10h35

JMPLA deve ter capacidade mobilizativa em prol do desenvolvimento

Luanda - A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, exortou, neste sábado, a JMPLA a ter uma maior inserção e capacidade de mobilização da juventude angolana em prol do desenvolvimento do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Militantes da JMPLA durante o encerramento do VIII Congresso Ordinario.

Foto: Francisco Miúdo

Vice-Presidente do MPLA - Luísa Damião

Foto: Francisco Miúdo

A política lançou este desafio quando discursava no encerramento do VIII Congresso da JMPLA, iniciado na quinta-feira, tendo manifestado a expectativa de que a capacidade de mobilização dos jovens tenha também em conta os desafios políticos e eleitorais.


Sublinhou que o contexto actual exige maior rigor e nível de organização da JMPLA, uma intervenção activa, inteligente, ousada e estratégica, tirando partido dos pontos fortes do ambiente interno e das oportunidades externas, sem esquecer as fraquezas e ameaças.

Exortou a JMPLA a prestar atenção especial aos programas que contribuem para a melhoria da formação dos jovens e a sua inserção no mercado de trabalho, para além de cultivar valores patrióticos.


Reafirmou a necessidade de se continuar a mobilizar a juventude para a campanha de moralização da sociedade, com ênfase no resgate dos valores patrióticos, éticos, culturais, morais e cívicos.

Afirmou que deve constar como precaução a contínua melhoria da vida interna da organização juvenil do MPLA, apreensão dos princípios e valores, disciplina, unidade e coesão, e espírito de solidariedade e iniciativa.

Enalteceu o facto de ser a primeira vez que a liderança da JMPLA é disputada por dois candidatos, reforçando a democracia interna, com voto consciente para corresponder objectivos da organização.

 

Assuntos Política  

Leia também
  • 12/10/2019 21:48:52

    JMPLA promete intervenção a favor da juventude

    Luanda - O novo primeiro secretário nacional da JMPLA, Crispiniano dos Santos, prometeu hoje, sábado, tornar a organização em interlocutora da juventude angolana na luta contra o desemprego e na melhoria do acesso à educação e serviços de saúde.

  • 12/10/2019 17:30:39

    Manuel Aragão enaltece preservação da cultura do Estado de direito em África

    Luanda - O presidente da Conferência das Jurisdições Constitucionais Africanas (CJCA), Manuel Aragão, enalteceu neste sábado, em Veneza (Itália), o fortalecimento da cooperação com a Comissão de Veneza para a preservação e consolidação de uma cultura do Estado de direito em África.

  • 12/10/2019 16:58:57

    Boavista prepara-se para acolher monumento às vítimas dos conflitos

    Luanda - Dois lotes de terrenos, com cerca de sete mil e 500 metros quadrados, é o espaço escolhido na zona da Boavista, em Luanda, para acolher o monumento às vítimas dos conflitos políticos ocorridos no país de 1975 a 2002.