Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

08 Outubro de 2019 | 19h52 - Actualizado em 09 Outubro de 2019 | 13h45

Ministro exige transparência na gestão do PIIM

Cazombo - O ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, exigiu hoje (terça-feira), na vila do Cazombo, município do Alto Zambeze (Moxico), as administrações municipais transparência na gestão do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro da Administração do Território, Adão de Almeida

Foto: David Dias

Ao discursar na sessão de apresentação pública do PIIM do Alto Zambeze, o ministro afirmou que o êxito do programa depende dos administradores, que devem assumir o seu papel e responsabilidades como gestores.

“As ideias aí estão. Os projectos são conhecidos. Os recursos financeiros estão assegurados. Quando assim é, só não há sucesso se a nossa acção claudicar, se não formos diligentes, se não agirmos de modo correcto”, frisou o governante.

Adão de Almeida espera que as administrações concedam oportunidades à classe empresarial local no fomento e na criação de postos de trabalho para a juventude.

O titular do MAT caracterizou o PIIM como uma oportunidade para dar mais vida aos municípios, renovar a confiança dos cidadãos, num momento de reformas desafiantes que o país vive.

No entanto, disse ainda que esse plano é um momento para corrigir algumas assimetrias territoriais e mobilizar o país para uma era de estabilidade, esperança e confiança num futuro melhor, sobretudo, para um período de realizações e resultados que se reflectem na vida dos cidadãos.

Anunciou estarem preparadas as condições para que quarta-feira (9), sejam lançados os concursos para a materialização do PIIM do Alto Zambeze.

Na sua intevenção, o ministro declarou que a aprovação do PIIM reafirma a importância do município e do envolvimento dos cidadãos na governação.

Considerou que a implementação do PIIM, no Alto Zambeze, vai melhorar a oferta do ensino público por via da construção de escolas na sede municipal e na Comuna do Lumbala Caquengue. Estas infra-estruturas devem absorver mil alunos nos vários níveis de ensino.

O PIIM no Alto Zambeze prevê igualmente a construção de novos centros de saúde nas comunas da Caianda, Lumbala Caquengue, Calunda e Cazombo (sede).

No Alto Zambeze, o Plano também inclui a melhoria da iluminação pública na sede municipal e a construção de 20 pontes.

PIIM vai reter população jovem no Alto Zambenze

O governador do Moxico, Gonçalves Muandumba, considera que o PIIM vai impulsionar a criação de condições de atracção de investimento e com isso reter a população, fundamentalmente, os jovens no município.

O governador provincial afirmou ser necessário maior engajamento na gestão eficaz, eficiente e efectiva para que as acções do PIIM sejam concretizadas nos prazos previstos.

Apelou, por isso, os gestores a realizarem um trabalho afincado, por forma a corresponder com as expectativas da população.

Financiamentos para acções do PIIM

A directora Nacional do Investimento Público, Juciene Cristiano, confirmou em declarações à imprensa que as verbas para o financiamento das acções do PIIM já estão preparadas e disponibilizadas.

Referiu que foram disponibilizados cerca de dois mil milhões de dólares, descapitalizados do Fundo Soberano.

A responsável sublinhou que o Ministério das Finanças fez um exercício de levantamento das principais necessidades, não só do município do Alto Zambeze, mas também do governo provincial.

No sector da saúde, o secretário de Estado, Inocêncio Europeu, ressaltou a importância do Plano na melhoria das condições de assistência sanitária.

Já o secretário de Estado das Obras Públicas, Carlos Santos, destacou a construção de 20 pontes em todo o município do Alto Zambeze.

Trata-se de infra-estruturas a serem construídas nos troços Cazombo – Lumbala Caquengue, Cazombo – Louva e Lumbala Caquengue – Caripande.

Na ocasião, o secretário do Estado do Ministério do Interior, José Bamóquina Zau, destacou a construção de um edifício que deverá acolher todos órgãos do Ministério do Interior na região.

Lançado em Junho último pelo Presidente João Lourenço, o PIIM, a ser implementado nos 164 municípios do país, tem como prioridades os sectores da energia e água, educação, saúde, saneamento básico e construção de vias.

Leia também
  • 09/10/2019 10:56:43

    Angola-Telecom tem novo Conselho de Administração

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, nomeou nesta quarta-feira um novo Conselho de Administração para a empresa Angola-Telecom-EP, liderado por Adilson Miguel dos Santos.

  • 09/10/2019 00:05:28

    Síntese das principais notícias das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 08/10/2019 20:39:48

    JMPLA avalia candidaturas

    Luanda - A JMPLA está reunida na 5ª reunião extraordinária, nesta terça feira, em Luanda, para aprovar os documentos a submeter ao seu 8º congresso ordinário, que vai eleger entre Domingos Betico e Cristiano dos Santos o novo primeiro secretário nacional.

  • 08/10/2019 20:36:18

    Vera Daves é a nova ministra das Finanças

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, nomeou hoje (terça-feira) Vera Esperança dos Santos Daves para o cargo de ministra das Finanças, indica uma nota da Casa Civil.