Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Outubro de 2019 | 17h24 - Actualizado em 22 Outubro de 2019 | 17h59

Lei sobre Branqueamento de Capitais vai à discussão no parlamento

Luanda - A Proposta de Lei de Prevenção e Combate ao Branqueamento de Capitais, Financiamento do Terrorismo e Proliferação de Armas de Destruição Massiva vai à discussão, na generalidade, na 1ª reunião plenária extraordinária da Assembleia Nacional agendada para 29 deste mês.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Conferência dos presidentes dos grupos parlamentares

Foto: Clemente dos Santos

A informação foi avançada esta terça-feira, em Luanda, pelo porta-voz do Parlamento, Raúl Lima, no final da conferência dos presidentes dos grupos parlamentares, que definiu a agenda da plenária extraordinária.

O líder do grupo parlamentar do MPLA, Américo Cuononoca, considerou oportuna a discussão da Proposta de Lei de Prevenção e Combate ao Branqueamento de Capitais, numa altura em que a transparência e rigor no sector económico e financeiro é de extrema importância para o país.

Disse que Angola deve alinhar nesse pressuposto para que os bancos internacionais que têm ligação com os nacionais tenham, efectivamente, garantias de que o país possui instrumentos fortes para travar o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo.

“É uma Proposta de Lei de suma importância que deve ser aprovada o mais rápido possível, porque tratando-se de economia e finanças o país não pode atrasar-se”, observou.

No mesmo diapasão expressou-se a deputada Navita Ngolo, da UNITA, para quem também é fundamental esse diploma, por causa da ligação que o mercado financeiro angolano deve ter com o mercado internacional.

Disse ser necessário devolver a confiança das instituições bancárias internacionais nas nacionais, “para voltarmos a lidar com os dólares, que estão muito escassos”.

Pensamento idêntico foi manifestado pelos deputados Alexandre Sebastião, da CASA-CE, Lucas Ngonda, da FNLA, e Benedito Daniel, do PRS.

Na agenda da plenária extraordinária de 29 de Outubro não está inscrita qualquer proposta de Lei sobre o pacote autárquico, que comporta 10 diplomas, quatro dos quais já foram aprovados por unanimidade na legislatura passada.

Segundo o líder do grupo parlamentar do MPLA, Américo Cuononoca, o modelo para adoptado para o consenso na aprovação dos primeiros quatro diplomas deverá voltar a ser considerado para os seis diplomas que faltam.

“Estamos seguros que, ainda este ano, vamos trabalhar para a aprovação do pacote legislativo autárquico, para facilitar as instâncias competentes que irão convocar as eleições autárquicas”, observou.

Já a UNITA, na voz da deputada Navita Ngolo, considera essa matéria estruturante e prioritária, “já que o tempo determinado para a realização das eleições autárquicas não está longe. Queremos Leis consensuais que interessam a nação angolana”.

Na plenária extraordinária, os deputados vão ainda apreciar e votar o projecto que autoriza o Presidente da República, enquanto Titular do Poder Executivo, a Legislar sobre o Regime Jurídico dos Títulos de Participação.

Está igualmente prevista a apreciação e votação do projecto de resolução para a Ratificação de Cooperação entre os Governos de Angola e do Ruanda no domínio da Segurança e Ordem Pública, bem como do Protocolo de Cooperação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) no ramo da Defesa.

A Assembleia Nacional vai, também, proceder a movimentação de deputados e conferir posse a dois membros do Conselho Directivo da Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA).

Assuntos Política  

Leia também
  • 23/10/2019 10:00:03

    Manifestantes realizam actos de violência em Luanda

    Luanda - Um grupo de militares desmobilizados realizou, terça-feira, alguns actos de violência em ruas da cidade de Luanda, reivindicando o ingresso na Polícia Nacional.

  • 23/10/2019 00:15:39

    Síntese das principais notícias

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 22/10/2019 17:09:30

    Seminário analisa papel do voluntariado em Angola

    Luanda - Um Seminário Nacional sobre Voluntariado realiza-se sexta-feira (25), em Luanda, com o objectivo de analisar o papel deste segmento em Angola e reforçar a capacidade de intervenção do Executivo na preparação da lei sobre o assunto.