Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

28 Maio de 2020 | 22h39 - Actualizado em 28 Maio de 2020 | 22h39

Angola: Governo tem obrigação de salvar vidas - Fonte governamental

Luanda - Angola e Cuba sempre encararam a saúde e a formação de quadros do sector como uma preocupação central da sua cooperação bilateral, disse, esta quinta-feira, fonte governamental angolana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Médicos cubanos desembarcam em Luanda, Angola, para ajudar o país a combater a covid-19 e outras enfermidades

Foto: Rosário dos Santos

Um contingente de 257 médicos cubanos chegou a Angola a 10 de Abril último, para ajudar no combate à Covid-19 e na formação de quadros angolanos para o acompanhamento de outro tipo de doenças.

Segundo a fonte, que comentava sobre a recente chegada de médicos cubanos a Angola, essa ajuda ganha outra dimensão, numa altura em que o mundo é assolado pela Covid-19 e o país africano tem, também, necessidades de formação de quadros de outras especialidade da saúde.

“Se, no passado, parte da riqueza de Angola esteve a saque por um reduzido grupo de cidadãos, o Governo tem, hoje, toda a legitimidade para salvar vidas, o bem maior que temos, custe o que custar”, sublinhou a fonte.

A este propósito, a mesma fonte disse estarem absolutamente desprovidas de razão as insinuações de que Angola gastará “muitíssimo” dinheiro com a vinda dos especialistas cubanos.

“Os gastos com a criação de condições para salvar vidas de angolanos e cidadãos estrangeiros residentes em Angola terão sempre justificação legal, sejam quais forem os seus montantes”, disse a fonte.

Assuntos Angola   Cooperação  

Leia também
  • 29/05/2020 13:42:07

    Deputado quer politicas púbicas viradas ao povo

    Luanda - As políticas publicas devem ter como direcção a vontade do povo, afirmou esta sexta-feira, em Luanda, o deputado à Assembleia Nacional, Manuel da Cruz Neto.

  • 28/05/2020 23:00:48

    MPLA analisa projectos do sector dos transportes

    Luanda - O Secretariado do Bureau Político do MPLA foi informado, esta quinta-feira, sobre os projectos estruturantes do sector dos transportes, na perspectiva do aumento da sua contribuição financeira no Orçamento Geral do Estado e na dinamização e diversificação da economia nacional, no período pós covid-19.

  • 28/05/2020 16:21:59

    Unita sugere Setembro para reinício das aulas

    Luanda - O Grupo Parlamentar da UNITA sugeriu hoje (quinta-feira) ao Executivo que repensasse na data para o reinício das aulas, indicando o mês de Setembro, a julgar pela capacidade dos serviços de saúde de fazerem face à testagem em massa da covid-19.