Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

05 Julho de 2020 | 10h04 - Actualizado em 06 Julho de 2020 | 13h25

MIREX rectifica informação sobre bolsas em Toronto

Luanda - O Ministério das Relações Exteriores (MIREX) informou, este sábado, que publicou, recentemente, um edital "inexacto", no Jornal de Angola, sobre uma eventual disponibilização de bolsas de estudos no Canadá.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

As bolsas, para cursos de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento, seriam oferecidas a candidatos angolanos pela Universidade de Toronto.

Em nota, o MIREX explica que se tratou de uma informação inexacta, resultante de um lapso na tramitação de documentação administrativa.

Sublinha que não houve disponibilização nem oferta de bolsas de estudo da aludida instituição académica para candidatos angolanos.

O departamento ministerial pede desculpas pela publicação da referida informação, assim como pelos transtornos causados.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 04/07/2020 12:08:45

    PR felicita EUA pelo aniversário de independência

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, felicitou este sábado o homólogo dos Estados Unidos da América (EUA), pela celebração do ducentésimo quadragésimo quarto (244º) aniversário da independência nacional daquele país, que hoje se assinala.

  • 03/07/2020 18:31:59

    Angola quer USD 2 mil milhões no processo contra Isabel dos Santos

    Luanda - O Estado angolano estima reaver pelo menos dois mil milhões de Dólares em várias acções movidas, num único processo civil, contra a engenheira Isabel dos Santos.

  • 02/07/2020 22:18:12

    MIREX nega autorizar entrada de cidadãos

    Luanda - O Ministério das Relações Exteriores (MIREX) negou, esta quinta-feira, ter autorizado a entrada no país de passageiros retidos no estrangeiro, por força da Covid-19.