Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

28 Julho de 2020 | 07h58 - Actualizado em 28 Julho de 2020 | 11h43

Verbas da Clínica Dentária reforçam combate à malária

Luanda - As verbas inicialmente destinadas à construção de uma clínica dentária da Presidência da República foram canalizadas para o reforço do projecto de combate à malária no país. A decisão foi tomada segunda-feira pelas Comissões Especializadas da Assembleia Nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vista parcial da Assembleia Nacional (Arquivo)

Foto: Francisco Miúdo

Na sessão, os deputados da 1.ª, 4.ª e 5.ª comissões de trabalho especializadas da Assembleia Nacional discutiram e aprovaram o Relatório-Parecer-Conjunto do Orçamento Geral do Estado (OGE) Revisto, que vai à votação final global esta terça-feira.

A presidente da Comissão de Economia e Finanças, Ruth Mendes, citada pelo Jornal de Angola, disse que a questão da Clínica Dentária "foi bastante discutida", tendo os parlamentares chegado a consenso para a sua retirada da proposta do OGE Revisto.

O Relatório-Parecer-Conjunto refere que o projecto relativo à adaptação para o Centro Clínico Dentário, no valor de 745.450.899,63 (setecentos e quarenta e cinco milhões, quatrocentos e cinquenta e cinco mil e oitocentos e noventa e nove kwanzas e sessenta e três cêntimos), seja remanejado e o valor adicionado à dotação do Ministério da Saúde, no “Projecto de Combate à Malária”, que passa a ter 2.237.445.473,63.

Ruth Mendes informou que foram feitas outras alterações na Proposta de Lei do OGE, sobretudo no artigo 7.º, que aborda questões que têm a ver com impostos e devedores.  

Em declarações à imprensa, no final da reunião conjunta, a deputada indicou que foram introduzidas alterações que desoneram o IVA nas operações de importação de moeda nacional e estrangeira.

Alguns deputados da oposição, a exemplo de Alexandre Sebastião André, da CASA-CE, queixaram-se do facto de as suas propostas e sugestões não terem sido levadas em consideração durante as discussões.

Apontaram, igualmente, o atraso no acesso aos documentos, o que não permitiu uma análise minuciosa dos mesmos.

O deputado Manuel Fernandes, também da CASA-CE, disse concordar com a revisão em baixa do OGE, com a justificação da queda do preço do petróleo e devido à Covid-19, que nos últimos dias tem feito muitas vítimas mortais, sobretudo em Luanda. 

"Foi possível fazer-se algumas recomendações à Proposta de OGE, mas não se fez um "remanejamento profundo daquilo que se pretendia", afirmou ao diário o parlamentar, lembrando que o instrumento económico que hoje vai à votação final global será apenas para os próximos quatro meses.

Aprovado na generalidade, no dia 15 deste mês, o OGE 2020 revisto prevê receitas e despesas estimadas em 13.588.678.595.437 Kz (13 biliões, 588 mil milhões, 678 milhões, 595 mil e 437 kwanzas). O OGE em vigor, aprovado em Dezembro, previa despesas e receitas no valor de 15.875.610.485.070 kwanzas.

O OGE Revisto reduz em 3,4 por cento as despesas com bens e serviços. No que diz respeito às despesas com amortização de capital da dívida, apresenta uma contracção de 23 por cento, situando-se em cinco biliões 557 mil milhões de Kwanzas. Dois terços destinam-se à amortização da dívida interna.

A Proposta de Lei que vai à votação teve em conta o preço de referência de 33 dólares por barril de petróleo, verificando-se uma redução de cerca de 14,9 por cento, relativamente ao OGE/2020 inicial.

Assuntos Parlamento  

Leia também
  • 28/07/2020 14:26:27

    AN aprova Execução do OGE 2020 revisto

    Luanda - A Assembleia Nacional (AN) aprovou esta terça-feira, em definitivo, o Orçamento Geral de Estado (OGE 2020) revisto, com as despesas nos sectores da educação e saúde a registar um incremento na sua quota.

  • 20/07/2020 17:38:51

    Código de Processo Penal vai à votação final

    Luanda - A Proposta de Lei que aprova o Código do Processo Penal vai à votação final global esta quarta-feira (dia 22) na 10.ª Sessão Plenária da Assembleia Nacional, em Luanda.

  • 16/07/2020 19:31:36

    Inquérito pela fuga de preso da cadeia de Moçamedes

    Luanda - O ministro do Interior, Eugénio Laborinho, anunciou esta quinta-feira a instauração de um inquérito para apurar as circuntâncias em que Eusidio Correia, considerado altamente perigoso, fugiu da Comarca de Moçâmedes, na província do Namibe.