Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

05 Setembro de 2020 | 19h30 - Actualizado em 05 Setembro de 2020 | 20h20

MPLA destaca construção de hospital do Cuanza Norte

Luanda - O primeiro- secretário do MPLA no Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, destacou hoje a construção do futuro hospital geral da província, a ser erguido na zona de Carianga, arredores de Ndalatando, como um dos projectos sociais previstos para a região.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 Sem precisar data de execução das obras, Adriano Mendes de Carvalho, que falava na abertura da VIII reunião ordinária do partido, disse que está previsto também o início da reabilitação da estrada Golungo Alto/Ngonguembo e o lançamento, para breve, do projecto habitacional do Km 11.

Realçou o facto de o governo prosseguir com a implementação de projectos sociais e económicos, visando o desenvolvimento da região, apesar da crise financeira que o país enfrenta.

Entre os projectos, destacou os do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM),  de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI) e o de Apoio ao Crédito (PAC).

Os projectos em curso na província, segundo o político, visam a construção de equipamentos sociais e económicos - como o PAC, que apoia os projectos de investimentos que contribuem directa e indirectamente na produção interna.

 Deu a conhecer ainda os projectos em execução na província, no domínio da electrificação dos municípios da Banga, Bolongongo e Ngonguembo, e de água em Lucala e Ndalatando, que prevê beneficiar mais de 200 mil pessoas.

Na vertente politico-partidária, destacou a realização da campanha de apoio ao líder do partido MPLA, bem como a campanha denominada “MPLA em Movimento e cada militante mais três”, lançada a 15 de Agosto.

O primeiro secretário do MPLA no Cuanza Norte orientou, no acto, os membros, militantes, simpatizantes e amigos do partido, a redobrar esforços, no sentido de se intensificar as acções de sensibilização e mobilização para o ingresso de novos militantes no partido, visando os próximos desafios eleitorais.

Os participantes ao conclave do MPLA no Cuanza Norte aprovaram os relatórios de actividades do comité provincial, da comissão de disciplina e auditoria referentes ao período anterior (2019/2020) e o plano para o III quadrimestre de 2020.  

O encontro do MPLA visou o balanço das actividades desenvolvidas no período de Setembro de 2019 a Agosto de 2020, delinear estratégias e reflectir sobre a vida interna do partido, e analisar  a política social e económica da província.

O encontro realizado por vídeo-conferência, devido à pandemia covid-19, contou com a participação de todos os membros do comité provincial residentes em Ndalatando e nos 10 municípios da província.

O discurso de encerramento foi proferido por Fernando Muquepe, membro do Comité Central (CC) e cordenador-adjunto do grupo de acompanhamento do Bureau Político (BP) do MPLA, em representação da coordenadora, secretária Geral a OMA, Luzia Inglês.

Leia também
  • 07/08/2020 14:13:17

    Delegadas da LIMA participam por vídeo-conferência no IV congresso

    Ndalatando - Doze delegadas do Cuanza Norte participam, desde esta sexta-feira, em Ndalatando, sede da província, por vídeo-conferência, no IV Congresso da LIMA, que decorre de 7 a 8 de Agosto, em Luanda.

  • 05/07/2020 15:39:42

    LIMA elege delegadas ao IV Congresso

    Ndalatando - Vinte delegadas da Liga da Mulher Angolana (LIMA), no Cuanza Norte, foram eleitas neste domingo para participar no IV Congresso daquela organização feminina da UNITA, a realizar-se em Luanda, em data a anunciar.

  • 02/07/2020 15:44:14

    Covid-19: Reforçadas medidas preventivas nas cadeias

    Ndalatando - Com vista à prevenção contra a Covid-19, órgãos da administração da justiça no Cuanza Norte adoptaram a medida de colocação, em quarentena institucional de 14 dias, de todos cidadãos detidos em situação de prisão preventiva, antes de serem agregados aos demais presidiários da Comarca.