Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Setembro de 2020 | 17h02 - Actualizado em 22 Setembro de 2020 | 17h28

Director do Hospital do Moxico constituído arguido

Luena - O director do Hospital Geral do Moxico, Yava Macano, foi constituído arguido, esta terça-feira, pela Procuradoria-Geral da República, indiciado do crime de peculato.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Numa nota a que a Angop teve hoje acesso, no Luena, a PGR informa ter sido aplicada ao responsável a medida de coação de prisão preventiva, após interrogatório.

Na direcção do hospital há cerca de dois anos, o gestor é ainda acusado de violação das normas de execução do plano de orçamento e recebimento indevido de vantagens.   

Este é o terceiro caso que envolve um gestor público na província, em menos de três meses, depois dos ex-administradores dos municípios do Alto-Zambeze e Camanongue, nomeadamente Alexandre Bumba e Zaqueu Isaac.

Leia também
  • 18/09/2020 14:21:16

    Governo da Huíla processa empreiteiro por "falhas graves"

    Chipindo - O Governo Provincial da Huíla apresentou queixa ao Serviço de Investigação Criminal (SIC) contra a empreiteira "Nova Reformaca", por falhas que considera graves na obra de construção da nova administração municipal de Chipindo.

  • 17/09/2020 18:31:39

    Melhor forma de honrar Neto é preservar a paz - diz governador

    Lubango - A melhor forma de honrar a memória do primeiro Presidente de Angola e fundador da Nação, António Agostinho Neto, é preservar a paz e consolidar a democracia no país disse hoje, quinta-feira, na cidade do Lubango, o governador da Huíla, Luís Nunes.

  • 16/09/2020 22:12:57

    Ex-governador da Lunda Sul detido por peculato

    Luanda - O ex-governador da província da Lunda Sul, Ernesto Kiteculo, foi detido, nesta quarta-feira, pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por crimes que incluem peculato