Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

02 Outubro de 2018 | 18h49 - Actualizado em 02 Outubro de 2018 | 19h19

Defendida conclusão do PRODAS

Cabinda - A conclusão do Programa de Desenvolvimento do Alto Sundi (PRODAS), paralisado há sete anos devido a conjuntura económica e financeira que o país vive, preocupa a população e as autoridades locais, afirmou segunda-feira, o administrador municipal do Belize, André Ndimba Tati.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O administrador avançou esta informação no encontro que os deputados da bancada parlamentar do MPLA mantiveram com os membros do Conselho de Auscultação e Concertação Social do município de Belize, no âmbito das jornadas parlamentares do partido no poder que a província de Cabinda acolhe de 30 de Setembro a 4 de Outubro do ano em curso.

O PRODAS, realçou, prevê a reconstrução de toda a região do Alto Sundi, adstrita à comuna de Miconje, município de Belize, proporcionando melhores condições de vida à população da área em reconhecimento do seu contributo na luta de libertação nacional do jugo colonial português.

Trata-se de um projecto de âmbito nacional a cargo a Casa Civil da Presidência da República orçado em dois biliões e 375 milhões e 200 mil kwanzas, de acordo com o relatório do Governo provincial de Cabinda referente ao ano 2013.

A primeira fase do programa prevê a construção de um centro de saúde, três postos de saúde, residências para enfermeiros, uma escola do II ciclo, cinco do ensino primário, sete residências para professores, igual número de jangos comunitários e sete mercados rurais.

Constam ainda da primeira fase a construção de sete residências para regedores, 12 pontes e pontecos, uma esquadra da Polícia Nacional, 12 postos de Polícia Fronteiriça, três sistemas de abastecimento de água potável com capacidade de 12 a 20 metros cúbicos cada e reabilitação de dois postos de saúde.

A primeira fase envolve as aldeias de Caio Nguembo, Conde Kavungo, Tungo Tadi, Kicumba Congo, Maloango Zau, Kimpondo, Kifuma e Bítina.

O Programa de Desenvolvimento do Alto Sundi visa ainda contribuir para a diminuição do isolamento e das assimetrias regionais, garantindo a livre circulação de pessoas e bens, bem como a oferta e dos serviços públicos administrativos do Estado.

Em virtude disso, estão também paralisadas as obras da estrada do Alto Sundi, compreendida entre as localidades de Caio Guemgo e Builo, num percurso de 83 quilómetros, orçadas em cerca de 40 milhões de dólares norte- americanos.

André Manuel Ndimba Tati lamentou que só quatro dos 83 quilómetros da estrada foram asfaltados. Em consequência disso o mau estado das picadas tem causado muitos constrangimentos à população, agudizando a pobreza no seio das comunidades.

Em resposta, Mário Pinto de Andrade que encabeçou a comitiva dos deputados do MPLA ao município de Belize, prometeu levar as preocupações levantadas ao governador provincial de Cabinda, ao Titular do Poder Executivo e ao Secretariado do Bureau Político do partido.

A região do Alto Sundi corresponde a uma superfície de cerca de 430 quilómetros quadrados e uma população de pelo menos dois mil e 500 habitantes.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 27/07/2018 16:19:40

    Ponte sobre rio Lucola carece de restauração

    Cabinda - A ponte sobre o rio Lucola, que permite a ligação entre a zona centro, sul e norte da província de Cabinda, carece de obras de restauração devido ao estado de degradação que apresenta.

  • 28/06/2018 18:32:32

    Ministro das Finanças promete pagamento das obras estruturantes em Cabinda

    Cabinda - O ministro das Finanças, Archer Mangueira, disse que o Executivo está a desenvolver esforços para o pagamento dos projectos estruturantes da cidade de Cabinda, enquadrados na linha de crédito da China.

  • 01/06/2018 13:40:15

    Reabilitação do troço Caio-Guembo/Buli retoma este ano

    Cabinda - O Ministro das Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, anunciou quinta-feira, na província de Cabinda, a retomada este ano da reabilitação de 86 quilómetros de estrada, entre as localidades de Caio-Guembo/Buli, na comuna de Miconje, município de Belize.