Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

27 Março de 2019 | 16h14 - Actualizado em 27 Março de 2019 | 17h15

Munícipes agastados com o mau estado da estrada Mbanza Kongo/Cuimba

Mbanza Kongo - Alguns habitantes do Cuimba manifestaram-se nesta quarta-feira preocupados com a progressiva degradação dos 62 quilómetros da estrada que lida este município a Mbanza Kongo, capital da província do Zaire.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falarem à Angop consideraram desolador o actual estado da via, caracterizado por buracos, crateras, assim como pontes e passagens hidráulicas em iminênte estado de desabamento.

O soba do bairro da Boa Vista, periferia da vila do Cuimba, Paulo Nkanga, admitiu que a circulação nesta via poderá ser condicionada na sua totalidade nos próximos tempos, com a intensidade das chuvas que caem na região.

“As chuvas estão a criar mais buracos e inundar algumas pontes”, precisou, para quem a ponte sobre o rio Luvo, limítrofe entre Cuimba e Mbanza Kongo, pode desabar a qualquer momento.

O comerciante NLandu Kiameso, disse ter desistido do seu negócio pelo facto de os automobilistas terem elevado o valor de frete para o transporte de mercadorias de Mbanza Kongo para o Cuimba, por alegado mau estado da estrada.

“Transportar uma remessa de 20 mil Kwanzas para o Cuimba pode custar oito mil Kwanzas, devido ao mau estado da estrada, o que é prejuízo para um negócio que sobrevive de pequenos lucros”, queixou-se.

Suzana Fineza, camponesa, que se dedica à produção de hortícolas, falou de perdas enormes face às dificuldades para o escoamento dos produtos para Mbanza Kongo, que considera ser o mercado preferencial.

A interlocutora tem consciência de que as vias de comunicação em bom estado de transitabilidade concorrem para o desenvolvimento de qualquer região e no combate à pobreza.

“Pedimos que o Estado reabilite já a nossa estrada, porque a promessa é já antiga”, desabafou.

Sob a responsabilidade das estruturas centrais do Estado, o projecto de reabilitação da estrada Mbanza Kongo/Cuimba remonta desde 2008, altura em que a obra foi adjudicada à empresa EMCICA, LDA.

A empreiteira, por razões ainda desconhecidas, apenas limitou-se a construir algumas passagens hidráulicas e pavimentar cerca de dois quilómetros do troço, embora mantinha o seu equipamento no terreno.

Em 2017, o mesmo projecto foi trespassado à empresa TEA, em cerimónia testemunhada pelo actual Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, que por razões também desconhecidas as obras ainda não arrancaram como se esperava.

Em Abril do mesmo ano, integrando uma comitiva multissectorial ao Cuimba, o ministro das Finanças, Archer Mangueira, manifestara-se sensibilizado com o estado da estrada e prometera que o projecto mereceria uma atenção especial do seu sector.

Já em Abril de 2018, o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, em visita de constatação ao Zaire, deslocou-se também ao município do Cuimba, para observar o estado desta via e a que liga a sede municipal à comuna montanhosa da Serra de Kanda.

Na ocasião, o governante declarou ter sido uma visita de constatação e levantamento da situação das estradas  da província, para um enquadramento no programa geral de reabilitação da rede viária nacional.

O município do Cuimba tem uma população estimada em 69 mil e 194 habitantes distribuídos em quatro comunas: Luvaka, Serra de Kanda, Buela e Sede.

 

Assuntos Estradas   Província » Zaire  

Leia também
  • 15/03/2019 12:40:26

    Degradação da estrada Mbanza Kongo/Luvo preocupa automobilistas

    Mbanza Kongo - Pelo menos quinze dos 60 quilómetros da estrada que liga a sede municipal de Mbanza Kongo à comuna fronteiriça do Luvo, província do Zaire, necessitam de intervenção urgente.

  • 19/02/2019 09:42:20

    Sobas de Kindege clamam por reabilitação da via

    Mbanza Kongo - A reabilitação dos 90 quilómetros da via de acesso à comuna de Kindege, município do Nzeto, província do Zaire, foi nesta segunda-feira solicitada pelas autoridades tradicionais daquela localidade.

  • 15/02/2019 22:19:04

    Bairros periféricos de Saurimo serão terraplenados

    Saurimo - As principais vias dos bairros periféricos da cidade de Saurimo, capital da província da Lunda Sul, serão terraplanadas, no âmbito de um projecto inaugurado hoje (sexta-feira) pelo governador local, Daniel Félix Neto.