Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

08 Novembro de 2018 | 12h30 - Actualizado em 08 Novembro de 2018 | 12h29

Médicos militares analisam prevenção de doenças

Luanda - Médicos militares estão reunidos, desde hoje, quinta-feira, na XI jornadas médicas para analisar como prevenir a proliferação das doenças, sobretudo as mais perigosas do ponto de vista médico-sanitário destacando-se o VIH/Sida, a malária , tuberculose e a hipertensão.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Jaques Raúl, 2º Comandante do Exército

Foto: Lino Guimarães

De acordo com o segundo comandante do exército, Jaques Raúl, a transversalidade da informação em relação a essas doenças, sua origem, evolução e formas de tratamento, reveste-se de um carácter pedagógico e ocupam um lugar de destaque nessas jornadas.

No quadro da actual globalização, lembrou que Angola é um país que do ponto de vista epidemiológico é bastante latente, tendo em conta os factores migratórios que tornam as fronteiras comuns com países vizinhos, portos e aeroportos como zonas vulneráveis.

O uso de bebidas alcoólicas e do tabaco que ganharam maior espaço no seio da juventude e os militares não são excepção.

Referiu-se as drogas responsáveis, as situações bastante deploráveis no seio das famílias, das instituições e da sociedade geral, cada uma destas substâncias é um vector de doenças para o organismo humano, e não  deixam de constituir  preocupação para os especialistas do ramo forense.

Jaques Raúl reconheceu o esforço dos especialistas de saúde pelo esforço que têm estado a evidenciar, assim como o profissionalismo prevenindo doenças e salvando vidas, tornando o trabalho digno de ser considerado moralmente ajustado aos parâmetros exigidos.

Disse esperar que as jornadas venham a contribuir na humanização substancial dos serviços prestados aos utentes militares, familiares  e público em geral.

Durante o encontro, com término previsto para sexta-feira, estão a ser abordadas vários temas como o estilo de vida e comportamento dos doentes com hipertensão arterial, estratégia técnica mundial para o controlo da malária no período 2016 a 2030, entre outros.

Assuntos Saúde  

Leia também
  • 08/11/2018 18:03:46

    Sessenta crianças morrem de má nutrição no Cunene

    Ondjiva - Sessenta crianças, de zero aos cinco anos de idade, morreram de má nutrição severa e aguda moderada, de um total de 3.978 casos registados no decurso dos últimos nove meses em diferentes unidades sanitárias da província do Cunene.

  • 05/11/2018 17:47:56

    Reduzem casos de sida em Muconda

    Saurimo - Oito novos casos de infecção pelo vírus do VIH/Sida foram diagnosticados, de Janeiro até a presente data, do ano em curso, no município do Muconda (Lunda Sul), menos quatro em relação a igual período de 2017.

  • 05/11/2018 12:12:36

    País conta com 33 mil parteiras tradicionais

    Luanda - Trinta e três mil parteiras tradicionais prestam serviços em todo país na realização de partos dentro das comunidades, coadjuvando assim na redução da mortalidade materna e infantil.