Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

12 Julho de 2018 | 14h10 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 14h09

Comunidade aeroportuária adere campanha de Hipertensão Arterial

Luanda - Mais de mil funcionários ligados à comunidade aeroportuária foram assistidos durante a campanha de rastreio de Hipertensão Arterial, iniciada quarta-feira última, no aeroporto de Luanda, promovida pela ENANA.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Técnico de Saúde faz medição da pressão arterial (ARQUIVO)

Foto: ANGOP

A campanha, que visou despertar e advertir os trabalhadores das empresas públicas e privadas que funcionam no aeroporto sobre o seu estado de saúde, contou com a participação dos técnicos do centro médico da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA).

Durante três dias, os quadros do Ministério da Saúde deixaram recomendações aos hipertensos, e àqueles que apresentaram sinais da doença, para uma avaliação regular do seu estado, a prática de exercícios físicos ou caminhadas, a redução do consumo de sal e gorduras, entre outros conselhos.

Abordados pela Angop, a maior parte dos beneficiários manifestou a sua satisfação pela realização da referida actividade, tendo apelado à ENANA para que a mesma seja uma rotina pela importância do assunto, e que inclua palestras ligadas “às patologias consideradas silenciosas e outras menos conhecidas”.

A campanha de rastreio de Hipertensão Arterial (tensão alta), que decorreu sob o lema “Caro colega!A hipertensão não escolhe idade! Não doí, mas destrói”, foi encerrada ao princípio da tarde desta quinta-feira, no Terminal de Carga II do aeroporto e no Centro Emissor.

Assuntos Angola   Enana   Saúde  

Leia também
  • 08/11/2018 18:03:46

    Sessenta crianças morrem de má nutrição no Cunene

    Ondjiva - Sessenta crianças, de zero aos cinco anos de idade, morreram de má nutrição severa e aguda moderada, de um total de 3.978 casos registados no decurso dos últimos nove meses em diferentes unidades sanitárias da província do Cunene.

  • 08/11/2018 12:30:02

    Médicos militares analisam prevenção de doenças

    Luanda - Médicos militares estão reunidos, desde hoje, quinta-feira, na XI jornadas médicas para analisar como prevenir a proliferação das doenças, sobretudo as mais perigosas do ponto de vista médico-sanitário destacando-se o VIH/Sida, a malária , tuberculose e a hipertensão.

  • 05/11/2018 17:47:56

    Reduzem casos de sida em Muconda

    Saurimo - Oito novos casos de infecção pelo vírus do VIH/Sida foram diagnosticados, de Janeiro até a presente data, do ano em curso, no município do Muconda (Lunda Sul), menos quatro em relação a igual período de 2017.

  • 05/11/2018 15:05:14

    Ministério da Saúde lança serviço de telemedicina

    Luanda - O Ministério da Saúde, em parceria com o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, lança nesta terça-feira, 6, na provincia do Hambo, o serviço de telemedicina.