Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

10 Agosto de 2018 | 13h14 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 13h14

Inspecção da saúde encerra farmácias

Malanje - Três farmácias foram encerradas no II trimestre deste ano, nesta cidade, pelo Departamento de Inspecção e Fiscalização do Gabinete Provincial da Saúde, por funcionarem ilegalmente e sem a observância das normas básicas prescritas para o exercício da actividade farmacêutica.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto foi anunciado hoje, sexta-feira, à imprensa, a margem de uma vistoria realizada por técnicos do Departamento de Inspecção e Fiscalização do Gabinete Provincial da Saúde, em estabelecimentos do género instalados no casco urbano.

No termo da jornada, o chefe do Departamento de Inspecção e Fiscalização do Gabinete Provincial da Saúde, Miguel Noé, explicou que para além do encerramento das três farmácias, existem 40 outras espalhadas pela cidade capital que receberam recomendações a cumprir com os requisitos essenciais para o seu funcionamento, sob pena de ser também fechadas.

O responsável precisou que as farmácias ilegais devem regularizar-se no período de três a seis meses, de modo a evitar o seu encerramento.

Por sua vez, a inspectora do Gabinete de saúde de Malanje, Madalena Vieira, realçou que existem na província estabelecimentos farmacêuticos que funcionam sem directores técnicos licenciados para o exercício da actividade, sem armazém e outras exigências previstas por lei, daí a necessidade de se trabalhar para a regularização dos estabelecimentos.

O Departamento de Inspecção e Fiscalização do Gabinete Provincial da Saúde controla actualmente na cidade de Malanje, 73 farmácias legalizadas.

A visita as unidades farmacêuticas da cidade de Malanje, visa combater a venda ilegal de medicamentos e produtos de saúde em locais não autorizados, no âmbito duma directiva do ministério da saúde.

Leia também
  • 08/08/2018 03:28:02

    Malanje: Comuna de Dala-samba conta apenas com um enfermeiro

    Malanje - A comuna de Dala-samba, município de Quirima, em Malanje, com uma extensão de 190 mil quilómetros quadrados e uma população estimada em 6 mil e 390 habitantes, conta apenas com um enfermeiro para atender os casos de saúde pública desta circunscrição.

  • 07/08/2018 20:51:35

    Malanje: Cidadã morre vítima de raiva no hospital regional

    Malanje - Uma cidadã, identificada por Rosa Gouveia, de 43 anos, proveniente da província da Lunda sul, morreu no último fim de semana no banco de urgência do hospital regional de Malanje, vítima de raiva, soube hoje (terça-feira) a Angop.

  • 03/08/2018 12:43:58

    Autoridades registam redução de casos de malária no I semestre

    Malanje - Os casos de malária na província reduziram de 142 mil e 243 para 38 mil e 387 (menos 103 mil e 856), durante o I semestre deste ano, fruto do acatamento das medidas de prevenção por parte dos munícipes passadas pelas autoridades sanitárias.