Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

24 Maio de 2019 | 11h22 - Actualizado em 24 Maio de 2019 | 11h22

Hospital de Caála debate-se com falta de sangue

Caála - O hospital municipal da Caála (Huambo) debate-se, nos últimos 15 dias, com a falta de sangue para realização de transfusões, principalmente a doentes vítimas de acidentes de viação, informou hoje à ANGOP a responsável da secção de hemoterapia, Isabel Tainara.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falta sangue no Hospital Municipal da Caála

Foto: JÚLIO VILINGA

Explicou que, a unidade hospitalar, com a capacidade de 200 camas, tem apenas contado com os familiares dos doentes, daí a necessidade de haver uma maior mobilização das organizações da sociedade civil, no sentido de ajudarem a salvar vidas humanas, com actos solidários de doação de sangue.

Isabel Tainara informou que, além das vítimas de acidentes de viação, precisa igualmente de sangue para transfusão de doentes com anemia severa, hemorragias e aborto.

Lembrou que de Janeiro a Março deste ano o hospital do municipal da Caála realizou um total de 364 transfusões a doentes com patologias diversas, contra 84 do igual período anterior.

O hospital municipal da Caála, criado em 1970, presta serviços em várias especialidades, entre as quais pediatria, obstetrícia, estomatologia, nutrição, hemoterapia, ginecologia, cirurgia, saúde mental, oftalmologia, ortopedia, cirurgia e otorrinolaringologia.

Assuntos Província » Huambo   Saúde  

Leia também
  • 24/05/2019 11:17:01

    Prostituição clandestina inviabiliza programa de combate ao VIh/Sida

    Huambo - A prática da prostituição na clandestinidade constitui a principal causa do insucesso do programa de combate às doenças sexualmente transmissíveis (DST's), na província do Huambo, com maior destaque para o VIH/sida.

  • 21/05/2019 22:17:34

    Ministra aponta atenção aos cuidados primários de saúde

    Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou, nesta terça-feira, em Genebra (Suiça), que o Executivo angolano olha para os cuidados primários de saúde como uma prioridade para o desenvolvimento global e da justiça social.

  • 19/05/2019 15:53:44

    Angola participa na 72ª sessão da Assembleia Mundial da Saúde

    Luanda - Uma delegação angolana chefiada pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, está desde as primeiras horas deste domingo, em Genebra (Suíça), para participar de 20 a 28 do mês em curso, na 72ª sessão da Assembleia Mundial da Saúde, destinada a debater e analisar questões de saúde que incluem estratégias e mecanismos para o bem-estar universal.