Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

15 Agosto de 2019 | 22h17 - Actualizado em 16 Agosto de 2019 | 14h52

Governo comprometido com saúde das crianças - ministra de Estado

Luanda - O comprometimento do Governo angolano na melhoria das condições de vida das famílias e o desenvolvimento do país, com prioridade às crianças, foi destacado, nesta quinta-feira, em Luanda, pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira

Foto: Henri Celso

Falando na cerimónia de inauguração da Unidade de Cuidados Intensivos e Hemodiálise do Hospital David Bernardino, a governante referiu estarem criados os pressupostos fundamentais para que se possa dar uma assistência adequada aos pacientes com insuficiência renal.                     

A unidade conta com 14 camas, com três máquinas para diálise para atender doentes com insuficiência renal aguda e uma para pacientes com patologia crónica.

Com esse passo, os pacientes com insuficiência renal que eram diagnosticados no Hospital David Bernardino deixam de necessitar encaminhamento para o serviço privado do Hospital Josina Machel e para a Clínica Girassol, onde realizavam hemodiálises e diálises peritoneais.

“É um privilégio poder testemunhar este acto que marca o início da actividade da nova unidade de cuidados intensivos e hemodiálise. Com esta unidade, este hospital de referência ganha assim mais valências, que vão contribuir para melhorar a qualidade de vida das crianças, a segurança e a tranquilidade para as famílias”, disse.

Acrescentou que o trabalho desenvolvido pelo hospital nos domínios da saúde preventiva, curativa e de reabilitação das crianças com patologias de média e alta complexidade, por meio de uma política de investigação, formação permanente do pessoal, é baseado no uso de tecnologias adequadas.

“Situação que muito contribuem para o desenvolvimento dos cuidados da saúde infantil e de assistência médica a nível do país, sendo esta instituição uma referência que deverá ser cada vez mais modernizada e potencializada técnica e humanamente”, reforçou Carolina Cerqueira.

Referiu que o grande número de crianças doentes admitidas por insuficiência renal, que eram anteriormente transferidas para o Hospital Josina Machel e Clínica Girassol, poderão contar com serviços especializados para a abordagem e tratamento destes casos.

Carolina Cerqueira apontou que a criação da enfermaria pediátrica de hemodiálise a nível nacional nos serviços de cuidados intensivos, com tecnologia moderna, é resultado do investimento crescente do Executivo no sector da saúde, particularmente no atendimento às crianças, que sofrem pela falta de condições assistenciais adequadas nesta especialidade.

A remodelação e apetrechamento em equipamentos de ponta, de alta complexidade desta unidade, adiantou, permite afirmar que será melhorada a assistência às crianças e evitar que sejam transferidas para outras unidades, usufruindo plenamente de uma unidade de referência nacional nos cuidados pediátricos.

Além dos investimentos em equipamentos e obras de melhoria, a ministra frisou ainda a capacitação dos profissionais das mais diversas categorias, visando um atendimento qualificado e sobretudo humanizado.

Ressaltou que a causa mais frequente de insuficiência renal aguda das crianças é a malária, pelo que recomenda a literacia dos pais e dos responsáveis, o uso de mosquiteiros impregnados com insecticidas.    

Apelou aos profissionais de saúde que irão prestar os seus serviços, que façam com amor e carinho redobrado, com espirito de partilha e entrega, para minimizar a dor das crianças, que representam o futuro da Nação e merecem toda atenção uma vez que, são a prioridade da governação, conforme estabelecido no Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN), contextualizada na agenda do Executivo, que está comprometido em melhorar as condições da vida das famílias e em particular das crianças, que são o futuro do país.                 

Só em 2018, o Hospital Pediátrico David Bernardino atendeu 46 crianças com insuficiência renal, que receberam tratamento no Hospital Josina Machel e na Clínica Girassol.

De Janeiro a Julho de 2019, foram internadas, no mesmo hospital infantil, 40 crianças com lesão renal, em diversas especificidades. O serviço de hemodiálise naquela unidade hospitalar surge numa altura em que o país se prepara para iniciar serviços de transplante de tecidos, células e órgãos humanos.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 16/08/2019 12:59:06

    BPC promove campanha de doação de sangue

    Luanda - O Banco e Poupança e Crédito (BPC) perspectiva a colecta de 100 bolsas de sangue a nível nacional, durante a campanha de doação a ter lugar de 16 a 19 deste mês, em todo país.

  • 15/08/2019 21:43:23

    Autoridades angolanas desconhecem existência de vírus mortal

    Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou, nesta quinta-feira, que as autoridades nacionais desconhecem a existência de qualquer caso de morte de cidadãos angolanos, supostamente contaminados por um vírus de alta letalidade.

  • 02/08/2019 18:53:29

    Médico angolano no Instituto de Medicina Tropical

    Luanda - O médico angolano Filomeno Fortes, especialista em malária e doenças tropicais, foi eleito por unanimidade director do Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) da Universidade Nova de Lisboa.