Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

10 Outubro de 2019 | 13h21 - Actualizado em 10 Outubro de 2019 | 18h32

Governo prevê serviços de Saúde Mental nos municípios

Luanda - O Executivo angolano pretende que 30 por cento das unidades hospitalares dos municípios disponham, até 2022, de Serviços Integrados de Saúde Mental, com o intuito de se promover e incentivar a investigação das causas dos suicídios.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Eusébio Manuel, Director Nacional de Saúde Pública, em Exercício

Foto: Gaspar dos Santos

De acordo com o director Nacional de Saúde Pública em exercício, Eusébio Manuel, que falava na abertura da 7.ª Conferência de Saúde Mental, o governo angolano está preocupado a reduzir os casos de transtornos mentais com a implementação do referido programa nos cuidados primários de saúde e humanização dos serviços.

Sob o lema “Juntos na Prevenção do Suicídio”, a conferência visa criar estratégicas para a melhoria do quadro no sector da Sáude.  

Dados disponíveis indicam que duas mil e 500 pessoas, entre jovens e adultos, morreram por suicídios, em Angola, nos últimos cinco anos.

Eusébio Manuel anunciou que será implementado, este ano, em todas unidades sanitárias públicas e privadas, serviços de bombeiros e de investigação criminal, com um modelo de notificação obrigatório de todas as tentativas de suicídio.

O Plano Nacional de Desenvolvimento Sanitário 2012-2025, principal instrumento estratégico do Ministério da Saúde, sobre o combate às grandes endemias, tem como principal objectivo aumentar  a disponibilidade do Serviço de Saúde Mental a nível primário.

Segundo o responsável, a Organização Mundial da Saúde (OMS) está a apoiar o Governo na criação de uma resposta nacional à saúde mental e neste âmbito foi elaborado e aprovada a Estratégia Nacional de Saúde Mental, Álcool, Tabaco e outras Drogas, um guia orientador de acção e intervenção conjunta.

Metas e quadro actual

A Conferência de Saúde Mental é a continuação de uma campanha, lançada a 10 Setembro, no âmbito do Dia Mundial  da Prevenção do Suicídio, que visa promover a compreensão sobre o modo de prevenir este mal e a conscientização do risco do suicídio.

No período 2016/2019, foram atendidos nas unidades hospitalares de Angola 85 mil 747 pacientes com transtornos mentais como depressão (que lidera o quadro), stress, quadro de ansiedade e esquizofrenia.

O suicídio é apontado como  a segunda maior causa de morte entre jovens dos 15 aos 55, em Angola, e dos 15 aos 29, em todo mundo.

Dados da OMS apontam que 800 mil pessoas suicidam-se anualmente, a nível global.

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado a 10 de Outubro, com foco na prevenção do suicídio.

Assuntos Angola  

Leia também