Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

01 Agosto de 2020 | 14h01 - Actualizado em 01 Agosto de 2020 | 14h00

Covid-19: Saúde Pública no Luena apela calma à população

Luena - O chefe de Departamento de Saúde Pública no Moxico, Baldé Bernabé, apelou hoje, sábado, no Luena, os habitantes da província à calma, ante o registo (na sexta-feira, dia 31 de Julho) do primeiro caso positivo de Covid-19 na província.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar à imprensa no final da reunião orientada pelo coordenador da Comissão Provincial Multissetorial de Prevenção à Covid-19, Gonçalves Muandumba, disse que o caso diagnosticado é de um cidadão angolano não residente na província do Moxico, proveniente de Luanda (Zango).

O responsável explicou que o quadro clínico do infectado é estável, sendo que o doente não apresenta nenhum sinal ou sintoma da doença como tosse, dificuldades respiratória e febre, garantido que está a ser acompanhado por uma equipa de vigilância epidemiológica. 

Baldé Bernabé informou que o paciente teve contacto com três de seus colegas e dois amigos, dos quais dois foram submetidos ao teste rápido e tiveram resultado negativo, encontrando-se, ainda assim, em quarentena domiciliar, com seguimento médico.

Ainda hoje, dois dos seus amigos e um colega serão submetidos ao teste rápido, assim como será levantada, no período da tarde, a cerca sanitária em dois quarteirões entre a 3ª rua (Deolinda Rodrigues) e a 4ª (10 de Dezembro), no bairro Saidy Mingas, centro da cidade do Luena.   

Enquanto isso, o governador do Moxico, Gonçalves Muandumba, assinou um despacho onde suspende as actividades desportivas, nos estabelecimentos comerciais (bares, quiosques e similares), assim como proibiu aglomerado populacional nas ruas e locais fechados.

Face a isso, doravante os restaurantes e hotéis locais deverão abrir obedecendo as medidas de biossegurança e exigindo também o cumprimento das mesmas por parte dos clientes, como o uso de máscara facial, álcool-gel, luvas e acatando igualmente o distanciamento social.

A província do Moxico tem uma unidade sanitária com 22 camas equipadas com quatro ventiladores e outros materiais de suporte vital para atendimento de pacientes com Covid-19. Tem igualmente mais de 30 profissionais de saúde formados para dar resposta aos casos da pandemia.

Desde o dia 10 de Julho até à data actual foram realizados 250 testes rápidos, dos quais 249 negativos e um caso positivo confirmado. No Moxico, outras 11 pessoas se encontram em quarentena institucional, dos quais sete no município do Alto Zambeze e quatro nos Bundas. 

Assuntos Doença   Província » Moxico  

Leia também
  • 01/08/2020 11:36:55

    Governo reabre postos de saúde no Chinguar

    Chinguar - O Governo Provincial do Bié anunciou, nesta sexta-feira, a reabertura, dentro de poucos dias, de cinco postos de saúde encerrados por falta de enfermeiros, em algumas comunidades do município Chinguar.

  • 31/07/2020 20:16:01

    Covid-19: Passageiros vindos de Portugal recebem alta

    Luanda - Duzentos e 78 passageiros, dos 279 provenientes de Lisboa, capital de Portugal, receberam (hoje) alta dos centros de quarentena institucional obrigatórios, depois de cumprirem os 15 dias estabelecidos para se aferir os seus estados epidemiológicos face à covid-19.

  • 29/07/2020 14:06:51

    Moxico regista aumento de casos de tuberculose

    Luena - Duzentos e 90 novos casos de tuberculose foram registados no Hospital Sanatório do Moxico, de Janeiro até a data presente, mais 12 em relação ao igual período anterior.