Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

08 Agosto de 2020 | 10h20 - Actualizado em 08 Agosto de 2020 | 10h20

Covid-19: Mais duas angolanas infectadas em Portugal

Lisboa (Da correspondente) - Duas cidadãs angolanas, dentre as quais uma de 58 anos de idade, com o estatuto de residente, e outra de 46, não-residente em Portugal, testaram, nesta sexta-feira, positivo à Covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo as autoridades sanitárias portuguesas, com os dois novos casos, aumenta para 69 o número de angolanos infectados pelo novo coronavírus nesse país europeu.

Destes, 36 continuam activos, entre eles 19 residentes, onze não-residentes e 6 da Junta Médica, havendo ainda o registo de 30 pessoas recuperadas e três óbitos.
 

Assuntos Saúde  

Leia também
  • 07/08/2020 19:16:11

    Covid-19: Mais de mil pessoas submetidas a testes rápidos

    Ndalatando - Mil e 700 testes rápidos da Covid-19 foram realizados no município do Cazengo, província do Cuanza Norte, durante a cerca sanitária imposta à circunscrição, para conter a propagação da pandemia.

  • 07/08/2020 18:54:31

    Covid-19: Autoridades criam condições de assistência

    Sumbe: As autoridades sanitárias e administrativas do município do Libolo, província do Cuanza Sul, estão a criar condições de assistência médica, medicamentosa e de isolamento a zona residencial do cidadão que testou positivo ao Covid-19, nas últimas 24 horas.

  • 07/08/2020 18:40:04

    Covid-19: Testes do Cuango resultam negativos

    Dundo - As oito amostras recolhidas aos cidadãos do município do Cuango, Lunda Norte, cujos testes rápidos foram reactivos, tiveram resultados negativos, informou hoje, sexta-feira, o coordenador adjunto da Comissão Multissetorial de Resposta à Covid-19, Gimi Nhunga.