Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Março de 2018 | 19h26 - Actualizado em 13 Março de 2018 | 19h26

INEFOP abre ciclo formativo 2018 com défice de formadores no Moxico

Luena - O ciclo formativo/2018 promovido pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação profissional (INAFOP) do Moxico iniciou os trabalhos hoje, terça-feira, no Luena, com a carência de 29 formadores.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: centro de formação profissional “cidadela Jovem”, situado á 15 quilómetros, sul da cidade do Luena

Foto: David Dias

Directora Provincial do INAFOP no Moxico, Ester Vumbi celestina

Foto: David Dias

A insuficiência de educadores foi revelada pela chefe dos serviços provinciais do INEFOP, Ester Vumbi Celestino, no acto da abertura da acção formativa, confirmando que para atender os cerca de mil e 462 educandos matriculados em sete centros de formação existentes na província, a instituição conta com 32 formadores.

A responsável adiantou que o INEFOP vai acelerar os contactos em curso, com a Direcção Provincial da Educação, no sentido de fornecer os formadores em falta, com vista a colmatar a necessidade que se faz sentir nos centros de formação profissionais.

Anunciou ainda, que no presente ano formativo, o INEFOP vai introduzir no seu curriculum, três novas área de especialização, nomeadamente, a de Electrónica, Mesa e Bar e caixilharia, perfazendo assim 20 cursos.

Ao intervir no acto, o vice-governador provincial para o sector Político, Económico e Social, Carlos Alberto Masseca, garantiu que o governo vai alargar este ano, o número de centros de formação profissionais e de cursos para se minimizar a alta taxa de desemprego que assola a juventude na província.

O responsável mostrou-se preocupado com o irrisório número de formandos do sexo feminino inscritos nos centros de formação profissional, apelando a sociedade civil a motivar essa franja da sociedade para aderir à formação.

No ano transacto, 435 formandos dos 998 matriculados nos distintos cursos desistiram, por falta de formadores e salas de aula.

A cerimonia da abertura, assistida pelos membros do governo local, decorreu no Centro de Formação Profissional “cidadela Jovem”, situado a 15 quilómetros, a sul da cidade do Luena.

Leia também
  • 05/02/2019 17:25:45

    Escolas de condução de Malanje sem equipamento multimédia

    Malanje - As escolas de condução da província de Malanje carecem de equipamento multimédia para as aulas e os exames teóricos de condução, sistema que facilita o trabalho dos instrutores, assim como garante mais destreza e conhecimento aos alunos.

  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.

  • 04/02/2019 17:52:09

    Serviços de saúde mais próximo dos habitantes de Ngola Luije

    Malanje - Um centro de saúde, com serviços de pediatria, medicina, pré-natal e parto, foi inaugurado hoje (segunda-feira), na comuna de Ngola Luije, município de Malanje, visando aproximar os serviços sanitários à população.