Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Julho de 2018 | 15h47 - Actualizado em 11 Julho de 2018 | 15h46

Degradação de vias na base do aumento de acidentes de viação

Ndalatando - O mau estado de conservação de algumas vias rodoviárias da província e desrespeito as normas de trânsito são apontadas como principais causas dos 104 acidentes de viação ocorridos no Cuanza Norte, de Abril à Junho do ano em curso, em que se constatou um aumento de 22 sinistros em relação ao primeiro trimestre do ano em curso.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Acidentes de viação fazem 29 mortos

Foto: Lucas Leitão

 Dados do balanço trimestral da corporação, a que a Angop teve acesso hoje, quarta-feira, indicam que os referidos sinistros causaram 29 mortos ( +11),  97 feridos (-10) e danos materiais avaliados em mais de 59 milhões de kwanzas.

Entre a natureza dos sinistros, a fonte aponta 26 atropelamentos, 25 despistes, 22 colisões entre veículos, 12 capotamentos, onze colisões entre veículos e motociclos, cinco embates entre motociclos e três choques contra obstáculo fixos.

A fonte aponta ainda o excesso de velocidade, a não cedência de prioridade de passagem, mudança de direcção irregular como causas dos sinistros registados.

Com 55 acidentes arrolados, o município de Cazengo (sede provincial) foi o que registou o maior número de acidentes, seguido pelo o do Golungo-Alto, com 11.

Leia também