Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

01 Dezembro de 2019 | 11h51 - Actualizado em 02 Dezembro de 2019 | 14h03

Direcção da Iurd nega crise em Angola

Luanda - A direcção da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) nega a existência de crise ou rompimento dentro da instituição em Angola, advertindo que esse tipo de informações têm sido disseminadas por ex-pastores expulsos da congregação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A 28 de Novembro, um grupo de bispos e pastores anunciou a ruptura com o bispo Edir Macedo (líder da igreja), por alegadas práticas doutrinais contrárias à religião.

Num comunicado assinado por mais de 300 bispos e pastores angolanos denuncia-se que, nos últimos 12 meses, a liderança brasileira, por orientação de Edir Macedo, passou a forçar os pastores angolanos a submeterem-se ao processo de vasectomia.

Trata-se de um procedimento cirúrgico de "esterilização", que consiste na interrupção dos tubos  responsáveis pelo transporte dos espermatozoides do testículo para a uretra.

Segundo os contestatários, a suposta prática viola, de forma grave, os direitos humanos e é contrária à Constituição da República de Angola.

Os bispos e pastores angolanos acrescentam que, além de exigir a vasectomia, a liderança brasileira tem promovido a evasão de divisas para exterior do país.

Em resposta, a direcção da Igreja Universal declara que se trata de uma "rede de mentiras arquitetadas por ex-pastores desvinculados da instituição, por desvio moral, de condutas e até criminosas, com o único objectivo de terem a sua ganância saciada".

"Foi uma trama elaborada por um grupo de ex-pastores que foram expulsos da Igreja e tentaram simular uma rebelião, utilizando a imprensa angolana", lê-se no comunicado.

Acrescenta que os ex-pastores circularam com uma folha de papel em branco, incentivando outros a assiná-la como se fosse relativa a uma reunião, anexando às assinaturas um documento cujo teor o corpo eclesiástico no país rejeita totalmente.

A Igreja Universal do Reino de Deus em Angola é uma instituição religiosa de direito angolano, registada no Ministério da Justiça, sob o número 26, e publicado no Diário da República em 17 de Julho, I Série, número 28.  

Assuntos Angola  

Leia também
  • 01/12/2019 06:45:11

    Responsável quer universidades focadas em soluções científicas

    Luanda - A Direcção Nacional da Inclusão da Pessoa com Deficiência vai, a partir do próximo ano, trabalhar com as universidades para olhar a deficiência na perspectiva científica e trazer soluções para ajudar o Executivo a delimitar as suas políticas.

  • 30/11/2019 09:31:43

    Resenha Social: Gala do Prémio Nacional de Jornalismo marca semana

    Luanda - A gala de entrega do prémio nacional de jornalismo e a conferência "Educar para a Cidadania" constam entre os destaques da semana que hoje, sábado, termina.

  • 29/11/2019 15:37:23

    Bancos condicionam levantamento de valores

    Luanda - Os bancos comerciais passarão a condicionar, doravante, a pedido do Ministério do Interior, o levantamento de avultadas somas de dinheiro aos clientes que não se fizerem acompanhar de escolta policial ou de empresas de segurança.