Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

23 Junho de 2019 | 16h58 - Actualizado em 23 Junho de 2019 | 16h58

Bispo Afonso Nunes apela à cultura da paz e concórdia

Luanda - Os angolanos devem começar a cultivar a cultura da paz e da concórdia, com vista a consolidar a reconciliação nacional, afirmou, neste domingo, o bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo (Tocoista), Afonso Nunes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Afonso Nunes, Bispo da Igreja tocoísta (Foto arquivo)

Foto: Pedro Parente

O líder religioso fez este pronunciamento em declarações à imprensa, no âmbito do culto de acção de graças em alusão ao 43º aniversário do assalto da residência do profeta Simão Toco no Bairro dos congoleses, em Luanda, e ao 15º aniversário do sepultamento de Maria Rosa Toco,  símbolo da mulher tocoista, em Ntaia Maquela do Zombo, que se assinalam a 22 de Junho.

De acordo com o bispo Afonso Nunes, a sociedade e o  Governo angolano  devem  reflectir profundamente  sobre o papel desempenhado pela Igreja Tocoista no país  em prol do desenvolvimento económico e na formação de quadros para  que os erros do passado não se voltem a repetir.

Na ocasião, enalteceu a medida tomada pelo Presidente da República, João Lourenço, em criar uma comissão para a reconciliação, sobretudo para que todos os que sofreram com a guerra depois da independência até 2002 possam ser ouvidos ou homenageados.

Nesta vertente, pediu aos membros da comissão para  auscultarem também a  Igreja Tocoista, visto que esta congregação perdeu muitos dos seus filhos  sendo cimentada com muito sacrifício.

Reiterou a disponibilidade da congregação que lidera continuar a colaborar com o Estado na resolução dos  problemas mais prementes que afectam as populações, assim como contribuir  para o desenvolvimento do país.

Apelou, de igual modo, aos meios de comunicação social no país a serem agentes da concórdia e da reconciliação  entre todos os angolanos,  divulgando informações  objectivas  e educativas.

Ao referir-se ao 15º aniversário do  funeral de Maria Rosa Toco, esposa do profeta Simão Toco, falecida a 13 de Junho de 2004, Afonso Nunes afirmou que a data é de grande significado  para toda a mulher tocoista em particular, por ela ter sido um exemplo de  boa conduta.

Toda a mulher tanto tocoista ou não deve ter Maria Rosa Toco como exemplo, pois ela constitui um símbolo de  harmonia e de  fidelidade  no lar, sejam quais forem as circunstâncias que se atravesse, reforçou.

   

Assuntos Angola   Sociedade  

Leia também
  • 23/06/2019 05:12:06

    Cuanza Norte: Reinaugurado em Cambambe Comando Municipal da Policia Nacional

    Dondo - A Polícia Nacional no município de Cambambe, província do Cuanza Norte, conta desde sábado com novas instalações reabilitadas e completamente reequipadas, no âmbito do programa de melhoramento da prestação dos serviços policiais na região.

  • 23/06/2019 00:42:56

    Cuanza Norte: Governador realça papel das forças da ordem na garantia da segurança pública

    Ndalatando - O governador da província do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, realçou neste sábado, em Ndalatando, o "importante papel" das forças da ordem interna na manutenção da segurança das populações, garantia e defesa dos direitos dos cidadãos.

  • 23/06/2019 00:09:44

    Cruz Vermelha vai intervir nas comunidades do Uíge

    Uíge - A Cruz Vermelha de Angola (CVA) vai implementar, a partir de Julho, no Uíge, alguns projectos de intervenção nas comunidades, virados para o combate a malária, tuberculose, Vih/Sida e a sinistralidade rodoviária na província, anunciou neste sábado o seu presidente, Alfredo Pinto Elavoco.