Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

24 Junho de 2019 | 23h25 - Actualizado em 24 Junho de 2019 | 23h25

Cuanza Norte: Agentes económicos solicitam maior divulgação do PRODESI

Lucala - O presidente da Associação dos Empresários do Cuanza Norte, Gilberto Francisco Simão, apelou hoje na vila do Lucala ao governo provincial e às administrações municipais no sentido de trabalharem para uma maior divulgação dos benefícios alcançados no âmbito do Programa de apoio à produção nacional (PRODESI).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Gilberto Francisco Simão, que falava durante o fórum empresarial do município de Lucala, explicou que esta acção permitiria aos empresários compatibilizarem as suas iniciativas e direccioná-las em harmonia com estes programas.

O responsável do grémio empresarial admitiu que muitos empresários locais desconhecem a existência do programa de apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI".

A seu ver, o desconhecimento deste programa nos municípios está a inibir as intenções de investimento dos empresários, visto que a classe empresarial debate-se com a falta de financiamentos para alavancar a produção nacional.

Por sua vez, o administrador municipal do Lucala, Mateus André Garcia, considerou o evento inserido nas comemorações dos 92 anos da fundação da vila com o mesmo nome, a assinalar-se no dia 29 de Junho, como sendo uma oportunidade para a divulgação das potencialidades económicas da região.

Para si, o encontro serviu igualmente para os agentes económicos traçarem estratégias de investimentos que contribuam para o desenvolvimento da zona e a criação de emprego.

Durante o fórum foram abordados temas como o “Regime de tributação nas micro, pequenas e médias empresas”, “Sistemas de implementação da agricultura urbana e de protecção das plantas para se evitar pragas nos campos agrícolas”, assim como a “Necessidade de contabilidade nas micro, pequenas, médias e grandes empresas”.

 Comerciantes, agricultores e industriais participaram da actividade.

O tecido empresarial do município de Lucala é composto por 107 estabelecimentos comerciais, onde se destacam os do ramo hoteleiro e similares, do comércio, farmácias, fazendas agrícolas, unidades indústrias, entre outros.

Leia também