Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

18 Agosto de 2019 | 14h57 - Actualizado em 18 Agosto de 2019 | 14h57

Municípios do Alto Zambeze e dos Bundas terão energia eléctrica da Zâmbia

Luena - Os municípios fronteiriços do Alto Zambeze e dos Bundas, província do Moxico, poderão beneficiar, a médio prazo, de energia eléctrica proveniente da República da Zâmbia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Academicos participam ao encontro de auscultação

Foto: kinda kyungu

Moxico: Governador Provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba

Foto: kinda kyungu

O anunciou foi feito neste final de semana, pelo governador provincial, Gonçalves Muandumba, durante um encontro de auscultação mantido com os estudantes universitários desta província.

O governador explicou que, provavelmente, o contrato de anuência será assinado ainda este ano, entre as empresas nacionais de electricidade de Angola e da Zâmbia.

Na óptica de Gonçalves Muandumba, o fornecimento da energia eléctrica àquelas municipalidades vai melhorar as condições de vida e económica dos seus habitantes.

Para a cidade do Luena, lembrou que a energia eléctrica será melhorada, em Setembro próximo, com a entrada em funcionamento de uma nova central térmica de 20 MW, erguido no bairro Social da Juventude.

Quanto ao emprego, o governador provincial apontou que para além do governo e dos empresários, a solução dessa preocupação que afecta a maior parte da juventude local, é também da responsabilidade das instituições escolares.

Reiterou, por outro lado, que o executivo está a trabalhar para desenvolver o sector agrícola, com atracção de investidores nacionais e estrangeiros, através de workshops, que apresentam as potencialidades agrícolas da região, onde se destaca a produção da mandioca e arroz.

Na ocasião, a presidente da Associação dos Estudantes do Instituto Superior Politécnico Privado "Walinga", Odília Ngasole Chauile, defendeu maior inserção de estudantes no programa de bolsa de estudo interno e externo, com vista a formar quadros competentes em cursos diversificados.

A estudante sugeriu ao governo para criar oportunidades de empregabilidade de cidadãos sem superação académica, para permitir o melhoramento das suas condições de vida.

O estudante do terceiro ano do curso de Física da Escola Superior Politécnica do Moxico (ESPM) Carlos Gouveia defendeu a implementação de um núcleo do Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAAREES), com vista a facilitar o processo de homologação e reconhecimento de estudos do ensino superior.

Argumentou que alguns licenciados da ESPM perderam oportunidades de participar nos concursos públicos realizados no país, devido a demora da homologação dos diplomas por parte do INAAREES, o que pode ser facilitado com a criação de uma representação nesta província.

Leia também
  • 17/08/2019 17:50:05

    Bié: Encarregados de educação apelam maior abrangência do PAT

    Nhârea: Os encarregados de educação e autoridades tradicionais das comunas do Chinguar, Andulo e Camacupa, apelaram nesta sexta-feira (16), maior abrangência do Projecto de Aprendizagem para Todos (PAT).

  • 17/08/2019 10:02:05

    Administração encerra girafas de água em Bom Jesus

    Icolo Bengo - Cinco girafas de água (pontos de abastecimento a camiões cisternas) foram encerradas no princípio deste mês, na comuna de Bom Jesus, pela administração municipal de Icolo e Bengo, devido ao exercício ilegal da actividade de comercialização da água.

  • 17/08/2019 00:48:14

    Inagurada a ponte sobre o rio Ngola Luije

    Malanje - A Ponte sobre o rio Ngola, na comuna de Ngola Luiji, município de malanje foi inaugurada sexta-feira, 29 anos depois da sua destruição, durante a guerra.