Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

04 Setembro de 2019 | 17h01 - Actualizado em 04 Setembro de 2019 | 17h00

GUE cria mais de 30 mil empresas no país

Luanda - Trinta e nove mil setecentas e setenta e duas empresas foram constituídas no país pelo Guichê Único da Empresa (GUE) entre 2017 a 2019, anunciou, nesta quarta-feira, em Luanda, o director-geral, Ireneu Matamba.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Das empresas criadas, mais de 100 ocorreram depois da implementação do novo sistema via internet, em funcionamento desde Março deste ano.

Trata-se de 16 mil e 368 empresas criadas em 2017, 16 mil e 777, em 2018, e sete mil e 328 empresas no primeiro semestre do ano em curso.

De acordo com o responsável, que falava durante a visita de membros do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), mil processos estão na plataforma à espera dos pagamentos dos emolumentos por transferência bancária.

Salientou que se for considerado que cada empresa empregou duas pessoas, significa que foram criados 79 mil 544 empregos, e se empregaram, eventualmente, três pessoas significa que foram criados 119 mil 316 empregos.

Acrescentou que, com a criação de sistemas simples para concretização de ideias empreendedoras, passou-se apagar, desde 2014, 12 mil kwanzas, contrariamente aos mais de 150 mil Kz necessários anteriormente. Reduziu-se também para 42 mil kwanzas para a constituição de sociedades anónimas contra os mais de 300 mil kwanzas.

Para se evitar os constrangimentos, foi implementado desde Maio deste ano, o agendamento no qual o pretende indica a data em que pretende criar a empresa e o GUE executa a missão em 48 horas, contrariamente aos mais de dois meses.

Relativamente ao montante para abertura da conta bancária da empresa a constituir,  avançou que este valor agora está à disposição dos interessados, sendo que o pagamento dos emolumentos não está condicionado ou indexada ao valor do capital social.

Actualmente têm uma capacidade de atender diariamente 100 pessoas,  dez por hora.

Por sua vez, o secretário executivo do Conselho Provincial da Juventude de Luanda, Isaías Kalunga, disse sentir-se satisfeito com o resultado, apelando aos jovens a continuarem a criar empresas a fim de gerar empregos, uma vez que o Estado não tem capacidade empregar todos.

Para Isaías Kalunga, os jovens devem criar pequenos negócios para, depois da entrada em funcionamento, possam torna-la numa grande empresa.  

O Guichê Único da Empresa foi institucionalizado ao abrigo do Decreto 48/03, de 8 de Julho, com a missão de dignificar e valorizar o serviço e o servidor público, dotando-os de meios conducentes à simplificação, modernização, celeridade e transparência no procedimento de constituição de empresas.

O seu actual estatuto orgânico foi aprovado pelo Decreto Presidencial 151/13, de 4 de Outubro. 

Assuntos Angola  

Leia também
  • 03/09/2019 22:07:27

    Incêndio causa "apagão" no Kilamba Kiaxi

    Luanda - Um incêndio de média proporção na Subestação Cidade do Camama, na noite de segunda-feira, está na base do corte temporário no fornecimento de energia eléctrica em alguns bairros dos municípios do Kilamba Kiaxi e Belas, em Luanda.

  • 01/09/2019 19:35:30

    Arcebispo emérito de Benguela proposto para cardeal

    Roma - O Papa Francisco divulgou, este domingo, em Roma, uma proposta de nomeação de 13 novos cardeais, entre eles o arcebispo emérito de Benguela, o italiano Dom Eugénio Dal Corso.

  • 01/09/2019 15:54:47

    Igreja Tocoista reafirma colaboração com governos africanos

    Luanda - A Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo ( Tocoista) vai continuar a colaborar com os governos africanos, em geral, e em particular com o Executivo angolano, na busca da unidade e de um novo paradigma para o continente.