Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Setembro de 2019 | 06h16 - Actualizado em 06 Setembro de 2019 | 21h23

Resenha Social: Conselho Consultivo da Saúde marca semana

Luanda - O conselho consultivo do Ministério da Saúde, com análise da execução das acções que visam o alcance da eficiência para acobertura universal em saúde e melhorias no atendimento, marcou a semana que hoje, sábado, termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O encontro constituiu uma oportunidade para harmonizar as acções para a implementação cronológica e concretização da agenda do governo para o sector.

No domínio educativo, mereceu a atenção da imprensa, no decorrer da semana, a apresentação do Inquérito Nacional de Adequação Curricular (Inacua).

O novo plano curricular vai reduzir disciplinas nos planos de estudo e terá um atendimento diferenciado ao ritmo de aprendizado dos alunos, sendo que, entre 2004 e 2011, o Ministério da Educação introduziu, faseadamente, novos materiais curriculares elaborados no âmbito da reforma educativa.

Em termos de saúde destacou-se as afirmações da ministra Sílvia Lutukuta em que considerou a cobertura universal fundamental para a redução da pobreza e das desigualdades sociais no país.

A ministra salientou que para este fim é necessária a intervenção de outros sectores que influenciam o acesso e utilização de serviços de saúde, como transporte, comunicação, capacidade financeira das famílias, educação inclusiva e a igualdade do género.

Socialmente, foi destaque a afirmação da ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, segundo a qual o governo está a trabalhar para a estabilidade social das famílias, com a execução de programas destinados a melhoria das condições sociais básicas.

Para a melhoria da vida nas comunidades, o Executivo tem em acção o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM)), que prevê mil 700 projectos nos sectores da saúde, educação, construção e obras públicas, infra-estruturas administrativas, estradas, energia e águas, segurança e ordem pública, urbanismo e saneamento básico, nos 164 municípios do país.

O anúncio do Guichê Único da Empresa (GUE) sobre a abertura, entre 217 a 2019, de 39.762 empresas destacou-se igualmente.

Das empresas criadas, mais de 100 ocorreram depois da implementação do novo sistema via internet, em funcionamento desde Março deste ano. Trata-se de 16 mil e 368 empresas criadas em 2017, 16 mil e 777, em 2018, e sete mil e 328 empresas no primeiro semestre do ano em curso.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 04/09/2019 17:01:07

    GUE cria mais de 30 mil empresas no país

    Luanda - Trinta e nove mil setecentas e setenta e duas empresas foram constituídas no país pelo Guichê Único da Empresa (GUE) entre 2017 a 2019, anunciou, nesta quarta-feira, em Luanda, o director-geral, Ireneu Matamba.

  • 03/09/2019 22:07:27

    Incêndio causa "apagão" no Kilamba Kiaxi

    Luanda - Um incêndio de média proporção na Subestação Cidade do Camama, na noite de segunda-feira, está na base do corte temporário no fornecimento de energia eléctrica em alguns bairros dos municípios do Kilamba Kiaxi e Belas, em Luanda.

  • 01/09/2019 19:35:30

    Arcebispo emérito de Benguela proposto para cardeal

    Roma - O Papa Francisco divulgou, este domingo, em Roma, uma proposta de nomeação de 13 novos cardeais, entre eles o arcebispo emérito de Benguela, o italiano Dom Eugénio Dal Corso.