Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Outubro de 2019 | 16h03 - Actualizado em 20 Outubro de 2019 | 16h03

Huíla: Moralização social deve começar na infância- OMA

Lubango - A secretária provincial da OMA na Huíla, Júlia Celeste, defendeu sábado, no Lubango, que a moralização da sociedade deve iniciar na infância, ensinando aos petizes boas maneiras.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Júlia Celeste - Secretária Provincial da OMA

Foto: Morais Silva

Considera essencial que se incuta nos menores, no seio familiar e na escola, o respeito pelos outros e pelos bens públicos, bem como valores como a humilidade, irmandade e o perdão.

A dirigente falava no acto de integração da OMA na Campanha pública de moralização da sociedade, a nível da província, lembrou que a crise dos valores está ligada a destruturação das famílias, o alcoolismo, as drogas, violência doméstica, falta de diálogo entre pais e filhos, mal uso das redes sociais e outras tecnologias de informação e comunicação.

Frisou que aculturação interfere com o modo de vida da comunidade e, por outro lado, o conflito armado deixou traumas psicológicos que afectam os valores tradicionais, tendo em conta a desautorização dos pais pelos filhos.

Reafirmou a responsabilidade de mobilizar e sensibilizar as mulheres na protecção e educação das famílias, conscientes que a tarefa não deve ser apenas do governo no resgate dos valores éticos, morais e cívicos.

O padre Domingos Soquia, ao dissertar sobre as “Causas da degradação dos valores e comportamentos”, referiu ser importante definir o que realmente se perdeu do ponto de vista comportamental nos dias de hoje, em comparação com as gerações anteriores para posteriormente encontrar soluções viáveis.

Considerou que o resgate dos valores morais ajuda os homens a serem honestos, justos, transparentes e responsáveis, na gestão da coisa pública, permitindo que tenhamos uma sociedade mais humana, justa e digna para ser vivida.

Considera fundamentais o respeito pela vida humana, a liberdade e a preservação da dignidade e bom nome dos outros, a protecção das camadas mais vulneráveis da sociedade, e ter consideração, reconhecimento, obediência pelos mais velhos.

“É necessário que se valorize essas normas de conduta para que todo o homem contribuía para recuperar os valores morais e cívicos que estão a deteriorar-se por causa do fenómeno globalização em que o homem angolano importe coisa que não tem nada a ver com a sua cultura, em detrimento daqueles valorares que recebeu ou tem recebido dos seus pais ou encarregados”, acrescentou.

nnnn

Assuntos OMA   Província » Huíla   Sociedade  

Leia também
  • 20/10/2019 13:17:53

    Chuva devolve esperança no Cunene

    Luanda - Renasce a esperança na província do Cunene, onde dias melhores se avizinham, com a chuva a dar os primeiros sinais de retorno, depois de 12 meses de seca severa.

  • 19/10/2019 14:35:52

    Ultrapassagem irregular causa dois mortos em Saurimo

    Saurimo - Duas pessoas que se faziam transportar numa motorizada, morreram hoje, sábado, em Saurimo (Lunda Sul), em consequência de uma ultrapassagem irregular efectuada a uma Toyota Hilux, embatendo contra a mesma e ao cairem, foram de seguida colhidos por um camião de marca Renault, com a chapa de matrícula Ld-65-02-EP.

  • 19/10/2019 14:19:23

    SIC detém enfermeiro envolvido no roubo de medicamentos

    Saurimo - O Serviço de Investigação Criminal (SIC) na Lunda Sul deteve, na manhã deste sábado(19), em Saurimo, um enfermeiro em serviço no Hospital Geral, acusado de ter extraviado vários medicamentos em colaboração com um suposto paciente, que igualmente está detido.