Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

19 Outubro de 2019 | 11h31 - Actualizado em 19 Outubro de 2019 | 12h04

Seis localidades da Huíla beneficiam de energia solar

Lubango - Sessenta e seis infra-estruturas, de seis localidades, em três municípios da província da Huíla, beneficiam de uma potência instalada de 80 mil e 800 WP (Watt-pico - unidade de potência não muito usual e foi criada para caracterizar os painéis fotovoltaicos) de energia solar, no âmbito do Programa da "Aldeia Solar", iniciado em 2012.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi avançada à ANGOP hoje, no Lubango, pelo representante ministerial do departamento de Estudos e Projectos da direcção Nacional de Energias Renováveis, João Fernandes que afirmou que o Programa “Aldeia Solar” tem como objectivo a electrificação, através da beneficiação de sistemas fotovoltaicos autónomos para infra-estruturas sociais.

As localidades beneficiadas são o Toco, Hoque e Cangolo (Lubango), Bata-Bata (Humpata), Capunda Cavilongo e Camana (Chibia), tendo como infra-estruturas beneficiadas escolas, postos médicos, residência de enfermeiros, das madres, padres e do soba, entre outras estruturas, assim como 40 postes de iluminação pública.

O engenheiro electrónico detalhou que da potência total instalada 80.800 WP, representam nomeadamente 14,11% para o Toco, Hoque (15,35%), Bata-Bata (19,75%), Camama (22,57%), Capunda-Cavilongo (22,57%) e Cangolo (5,64%).

Frisou que existe um mapa das infra-estruturas sociais de zonas rurais para instalação de sistemas de energia solar, em 15 localidades do município de Caconda, que seriam necessárias 6.782 Kilowatts de potências para 5.177 postes iluminação pública, pôr a funcionar 212 sistemas de água, 150 postos médicos, 217 escolas, 854 residências, 33 administrações, nove mercados, 96 igrejas, 36 postos policiais e seis jangos.

Fez saber ainda que realizaram-se pré-estudos de viabilidade nos municípios da Chibia que tem uma capacidade de produção anual de 122.493 megawatts e Cacula com 230 mil e 936, em parques eólicos, bem como plantas solares com capacidade anual de produção de 19 mil 819 em Quipungo, Matala (19,884), Lubango (20.284) e Tchamutete (19.340).

Destacou que os pré-estudos de viabilidade fazem parte do Projecto de Mapeamento Solar e Eólico de Angola, que teve como principal objectivo a elaboração de mapas eólicos e solares, em que foram identificadas as zonas de potencial solar e eólico onde foram realizados estudos de pré-viabilidade.

O Programa da “Aldeia Solar” engloba três fases, nomeadamente a primeira que alberga as províncias do Bié, Cuando Cubango, Malanje e Moxico, a segunda com o Cunene, Huíla, Lunda Norte e Zaire, e na última, as províncias do Cuanza Sul, Cuando Cubango e Lunda Sul.

Assuntos Energia   Província » Huíla  

Leia também
  • 18/10/2019 18:31:26

    Bancários detidos por desvio de mais de um milhão kwanzas

    Lubango - Dois funcionários do Banco de Fomento Angola (BFA) foram detidos hoje, sexta-feira, na cidade do Lubango, província da Huíla, por supostamente terem desviado para suas contas um milhão e 215 mil kwanzas.

  • 18/10/2019 18:04:00

    Quarenta mil fiéis esperados na VIII peregrinação à Muxima do Toco

    Lubango - Cerca de quarenta mil fiéis católicos vão participar da VIII edição da peregrinação ao Santuário da Muxima do Toco, a decorrer de 25 a 27 deste mês, no município do Lubango, província da Huíla.

  • 18/10/2019 17:42:49

    RNT apresenta projecto de prevenção em Luanda

    Luanda - Um projecto de sensibilização denominado "Kiluezo" na língua Kimbundu (em português Perigo de Vida) foi apresentado hoje (sexta-feira), em Luanda, pela Rede Nacional de Transportação de Electricidade-EP (RNT), para prevenir acções de vandalização das torres de transportação.