Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Abril de 2020 | 10h46 - Actualizado em 11 Abril de 2020 | 10h44

População carente recebe bens de primeira necessidade

Uíge - Doze toneladas de bens de primeira necessidade foram entregues, neste sábado, ao Governo da Província do Uíge pela comunidade mauritaniana, para minimizar a carência da população mais vulnerável durante o estado de emergência em vigor no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Entre os bens constam arroz, fuba de milho, massa e óleo alimentar, detergente, água engarrafada, guardanapos e baldes.

Na ocasião, o presidente da comunidade mauritaniana da província do Uíge, Sidi Mohamed, disse que a iniciativa visa apoiar o esforço do governo local em reduzir a carência de produtos essenciais da população nesta fase de quarentena, devido a Covid -19.

Anunciou para os próximos dias a doação de material de biossegurança para a população no sentido de melhorar as medidas preventivas contra o coronavírus.

Por sua vez, a vice-governadora provincial para o sector Político, Social e Económico do Uíge, Catarina Domingos, enalteceu a iniciativa da comunidade da Mauritânia na região, tendo referido que os principais beneficiários destes bens serão às famílias mais carentes das aldeias.

Lunda Sul

Cacolo - A cooperativa mineira de diamantes semi-industrial “Mawe a Uhenha” ofereceu hoje, sábado, diversos bens alimentares à Administração Municipal do Cacolo, província da Lunda Sul, para apoiar as pessoas mais desfavorecidas da região, no quadro da luta contra a Covid-19.

Dos produtos entregues constam arroz, óleo e massa alimentar, detergentes, água mineral e material de biossegurança, para a prevenção do coronavírus.

O presidente de direcção da cooperativa “Mawe a Uhenha”, Mário Luciano, salientou que a empresa diamantífera junta-se aos esforços do governo na luta contra a Covid-19, por ser uma pandemia que pode causar muitos danos à população e à sociedade.

Por Sua vez, o administrador municipal do Cacolo, Adérito Cahanga, realçou a iniciativa, por ser uma acção solidária, a favor dos mais carenciados.

Leia também
  • 09/04/2020 14:34:14

    SIC detém dois cidadãos por especulação de preços

    Saurimo - Dois cidadãos de nacionalidade eritreia foram detidos hoje, quinta-feira, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), na Lunda Sul, por especulação de produtos da cesta básica.

  • 06/04/2020 11:41:13

    COVID-19: Cidadãos em quarentena recebem bens

    Uíge - Cento e cinquenta e dois (152) pessoas que estão a cumprir um período de quarentena institucional, na província do Uíge, beneficiaram hoje (segunda-feira) de bens alimentares e produtos de higiene, doados pelo comité provincial do MPLA.

  • 06/04/2020 11:36:58

    COVID-19: Famílias carenciadas recebem cesta básica

    Uíge - Cento e cinquenta e duas famílias carenciadas do município do Uíge beneficiaram hoje (segunda-feira) de cesta básica para suprir as suas dificuldades alimentares, numa iniciativa do gabinete provincial da Acção Social, Família e Igualdade no Género.