Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

22 Maio de 2020 | 22h12 - Actualizado em 22 Maio de 2020 | 22h11

Mais de mil famílias vulneráveis em Cambundi Catembo

Malanje - Mil e 80 famílias em condições vulneráveis no município de Cambundi-Catembo, província de Malanje, foram cadastradas durante os últimos dias, no âmbito do Programa de Transferências Sociais Monetárias (PTSM), denominado "Kwenda".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O cadastramento foi levado a cabo por uma equipa de Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS).

No município de Cambundi-Catembo vai beneficiar famílias das aldeias Tambo, Ngongo, Tala Mungongo, Cangue, Lulondo, Mueba-Tutu, Hopa, Cubango e Calunga, Maiaca.

Com um período de implementação de três anos, é executado com recurso a  crédito junto Banco Mundial (BM), no valor de 320 milhões de dólares, e 100 milhões de dólares suportados pelo  Tesouro Nacional.

O projecto visa reforçar a assistência social e económica das famílias mais carenciadas do país, sendo que os primeiros beneficiários passarão a receber trimestralmente 25 mil e 500 kwanzas, na ordem de 8.500 kzs mês.

Falando à imprensa no termo da visita de constatação do grau de preparação das condições para o lançamento do projecto em Cambundi Catembo, o director do Instituto Nacional de Estatística, Camilo Ceita, realçou que, na primeira fase, serão beneficiadas mil famílias por cada município piloto do país, no período de Junho a Dezembro deste ano.

Destacou a necessidade das famílias seleccionadas apostarem, essencialmente, na produção da agricultura e pesca artesanal, como forma de investir e rentabilizar o dinheiro.

 Camilo Ceita reiterou que o programa é de âmbito nacional e prevê beneficiar um milhão e 600 mil famílias de zonas rurais e urbanas, durante um período de três anos.

Por sua vez, o vice-governador de Malanje para o sector político, económico e social, Domingos Eduardo, considerou que as famílias já entenderam a importância do projecto, pelo que o governo vai continuar a trabalhar no sentido de assistir os mais vulneráveis.

A fase piloto do projecto Kwenda, a decorrer de Junho a Dezembro,  vai abranger os municípios de Cambundi Catembo (Malanje), Caconda (Huíla), Kuito Cuanavale (Cuando Cubango), Nzeto (Zaire) e Ombadja (Cunene), num total de 300 mil famílias.

Leia também
  • 21/05/2020 15:06:07

    AngoMart encerra actividade em Malanje

    Malanje - O supermercado AngoMart encerrou a sua actividade comercial em Malanje, devido à redução acentuada de clientes derivada da crise financeira e deixa 47 cidadãos no desemprego nesta província.

  • 19/05/2020 21:00:34

    Covid-19: Cruz vermelha entrega meios de higienização

    Malanje - Um lote de material de higienização e limpeza, incluindo álcool em gel, luvas latentes, vassouras, baldes e detergentes, foi entregue hoje (terça-feira), em Malanje, a oito centros de acolhimento de crianças, afectos a Igreja Católica, pela Cruz Vermelha de Angola (CVA).

  • 14/05/2020 21:22:41

    SIC Malanje apreende 55 sacos de liamba

    Malanje - Cinquenta e Cinco sacos de estupefaciente (Liamba), em posse de duas cidadãs nacionais, foram apreendidos quarta-feira pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Malanje.