Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

05 Junho de 2020 | 20h20 - Actualizado em 05 Junho de 2020 | 20h19

Governador de Cabinda promete realojar vítimas das calemas

Cabinda - O governador de Cabinda, Marcos Alexandre Nhunga, prometeu, nesta sexta-feira, realojar as vinte e uma (21) famílias que desde a última quarta-feira vivem em condições precárias, em consequência das calemas que assolam o mar de Cabinda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Calemas causam danos em casas na orla marítima em Cabinda (arquivo)

Foto: Alberto Juliao

Marcos Nhunga, que esteve esta sexta-feira na zona afectada pelo fenómeno natural, disse que, numa primeira fase, a prioridade é acudir as famílias, tendo acrescentado que o realojamento será faseado.

Desencorajou a população a construir na orla marítima, sob pena de verem suas casas destruídas pelas marés altas.

O meses de Junho, Julho e inicio de Agosto são propensos a alterações de mares com vagas acima de três metros, sendo conhecidas por calemas.

Leia também
  • 05/06/2020 14:15:25

    Covid-19: Menongue assiste mais de 20 mil famílias

    Menongue - Mais de 20 mil das 140 mil famílias consideradas vulneráveis no município de Menongue, província do Cuando Cubango, foram assistidas com bens diversos desde 22 de Abril, pela administração municipal.

  • 05/06/2020 14:11:38

    UNITA quer participação dos cidadãos na fiscalização do PIIM

    Malanje - O secretário da UNITA em Malanje, Mardanês Calunga, defende a participação dos cidadãos no acompanhamento e fiscalização das acções inseridas no PIIM (Plano Integrado de Intervenção nos Municípios), na província, como pressuposto da governação participativa.

  • 05/06/2020 13:43:25

    Ex-militares beneficiam de material agrícola

    Dondo - Setenta ex-militares beneficiaram de material para agricultura nas províncias do Cuanza Norte e Bié, visando o fomento da actividade produtiva.