Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

03 Junho de 2020 | 19h05 - Actualizado em 03 Junho de 2020 | 19h05

Motorista do INEMA condenado a dois meses de prisão correccional

Mbanza Kongo - O cidadão Eduardo Adolfo, detido segunda-feira (1) por alegada actividade de táxi, com uma ambulância do Instituto Nacional de Emergências Médicas (INEMA), foi condenado hoje (quarta-feira) a dois meses de prisão correccional convertida em multa, pelo Tribunal da Comarca de Mbanza Kongo, província do Zaire.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O réu, motorista desta instituição de emergências médicas na região, foi detido no troço que liga Mbanza Kongo a comuna de Madimba, com quatro passageiras a bordo, efectuando serviço de táxi.

De acordo com o veredicto, o réu deverá pagar uma multa de 40 kwanzas/dia, durante dois meses.

O INEMA na província do Zaire está implantado apenas na cidade de Mbanza Kongo, onde controla cinco ambulâncias. A instituição funciona com 12 técnicos entre médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar.

Assuntos Crime   Província » Zaire  

Leia também
  • 03/06/2020 12:00:35

    Cidadão morto por um elefante no Tomboco

    Mbanza Kongo - Um cidadão de 44 anos de idade, cujo nome não revelado, foi na noite desta terça-feira morto por um elefante, no município do Tomboco, província do Zaire.

  • 01/06/2020 21:53:04

    Detido cidadão por uso ilegal de ambulância do INEMA

    Mbanza Kongo - A Polícia Nacional no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, deteve, esta segunda-feira, um cidadão acusado de exercer serviço de táxi com uma ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica de Angola (INEMA).

  • 01/06/2020 12:15:28

    Huíla: SIC desmantela grupo suspeito de latrocínios na Matala

    Matala - Um grupo de marginais denominado "Tchinguala", que se dedicava ao roubo de motorizadasnseguido de assassinato, foi desmantelado no fim-de-semana, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no município da Matala, província da Huíla.