Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Junho de 2020 | 15h43 - Actualizado em 06 Junho de 2020 | 15h43

Projectos do PIIM no Lobito a espera do aval das Finanças

Lobito - Sete projectos ligados à reabilitação de estradas, construção de escolas e outras infra-estruturas sociais no município do Lobito, em Benguela, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção Municipal (PIIM), continuam a espera do aval do Ministério das Finanças, para que entrem em execução.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vias urbanas degradadas na cidade do Lobito em época chuvosa (arquivo)

Foto: José Honório

Segundo o administrador municipal do Lobito, Carlos Vasconcelos, os sete projectos com impacto social totalizam um investimento superior aos cinco mil milhões de kwanzas suportados pelo PIIM, entretanto, ainda não disponibilizados pelo Ministério das Finanças.

Por enquanto, referiu, foram concluídos os concursos para os estudos dos projectos, no quadro da primeira fase, sendo que um deles está já pronto a ser lançado, enquanto os outros estão na recta final de procedimentos, sob monitoria das Finanças.

A segunda etapa cinge-se nos concursos de empreitadas, como explica o responsável, salientando que, entre as acções do município inscritas no PIIM, a prioridade recai na reabilitação de vários troços rodoviários em face da necessidade de melhorias na circulação automóvel no Lobito.

Assim, adiantou estar em carteira a requalificação total do troço rodoviário da avenida Salvador Correia, entre a rotunda do Obelisco ao quartel dos Bombeiros, um dos mais degradados de momento, além de outros troços, bem como a construção de escolas e um posto policial.

Carlos Vasconcelos acredita que a implementação destes projectos, após a disponibilização das verbas, vai dar um outro alento à população e o resultado será a melhoria das condições sociais na municipalidade.

Questionado sobre as razões desses projectos encontrarem-se em espera”, o administrador explicou que tem a ver com critérios bastante complexos e inovadores de movimentação de valores financeiros a nível das Finanças, que monitora “passo a passo” toda execução.

Ainda assim, pensa que o município do Lobito está no bom caminho e tudo indica que dentro de três meses poderá acontecer o tão esperado arranque das obras das infra-estruturas sociais, “apadrinhadas” pelo PIIM, ao exemplo de outras regiões da província, onde este plano já é uma realidade.

O anúncio da reabilitação de algumas estradas no Lobito surge numa altura em que os automobilistas queixam-se dos constrangimentos na mobilidade rodoviária, por causa das péssimas condições das vias, tanto na cidade, quanto nos bairros.

Em alguns pontos, a água, poeira, buracos e lama condicionam a circulação de veículos, sobretudo nas avenidas Sócrates Dáskalos, Correia Victor, Salvador Correia e no troço ascendente do bairro Bela Vista, na Estrada Nacional EN100, devido à falta de manutenção.

Situado a 30 quilómetros da capital provincial, o Lobito é um dos 10 municípios da província de Benguela e tem uma extensão de 2.700 quilómetros quadrados. A sua população está estimada em mais de 324 mil habitantes.

O PIIM foi lançado em meados de 2019, pelo Presidente da República, João Lourenço, e prevê a concretização de projectos de vias de comunicação, repartidos pela colocação de asfalto, reabilitação e terraplanagem de estradas, bem como a instalação e reparação de pontes.

Com um orçamento equivalente em kwanzas a dois mil milhões de dólares norte-americanos, financiados com recursos do Fundo Soberano de Angola (FSDEA), o PIIM congrega propostas de necessidades, de iniciativa dos municípios, ajustadas às prioridades locais e aos anseios da população.

Leia também
  • 05/06/2020 18:10:28

    Mais de 18 mil Bilhetes de Identidade por se levantar em Benguela

    Benguela - Dezoito mil e seiscentos e vinte e dois (18.622) Bilhetes de Identidade (BI) encontram-se abandonados nos postos de emissão do Serviço de Identificação Civil da província de Benguela, informou hoje, sexta-feira, nesta cidade, a delegada local da Justiça e dos Direitos Humanos, Paula Correia.

  • 04/06/2020 17:27:02

    Centro de produção radiofónica do Cubal recebe meios

    Benguela - O Centro de produção do grupo Rádio Nacional de Angola instalado no município do Cubal, 150 quilómetros a leste da cidade de Benguela, recebeu nesta quarta-feira alguns meios de trabalho para dinamizar os seus serviços na região, soube hoje, quinta-feira, a Angop.

  • 04/06/2020 17:22:01

    Benguela regista 203 casos de violência contra criança

    Benguela - A província de Benguela registou, de Janeiro a Maio do corrente, 203 casos de violência contra criança, com realce para a fuga a paternidade com 173 casos, informou hoje, quinta-feira, a directora provincial do INAC, Rosa Francisco.