Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Julho de 2020 | 17h13 - Actualizado em 16 Julho de 2020 | 17h13

Malanje: PIIM retira mais de 23 mil crianças fora do sistema de ensino

Malanje - Vinte e oito escolas do I e II ciclos, de 7 e 12 salas de aula, serão construídas até 2021 na província de Malanje, no âmbito do PIIM (Plano Integrado de Intervenção nos Municípios), permitindo a inserção de 23 mil 940 crianças no sistema educacional, das cerca de 40 mil sem ensino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Esta informação foi dada hoje (quinta-feira) pelo director do Gabinete Provincial de Estudos, Planeamento e Estatística, Joaquim Coxe, durante um encontro de esclarecimento sobre os projectos de impacto social em cursos na província, que juntou líderes juvenis, sob presidência do governador Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”.

O responsável fez saber que nesta altura as obras já decorrem nos municípios de Cacuso, Cunda-dia-Base, Cambundi-Catembo, Luquembo e Marimba, onde estão igualmente em curso obras de construção de centros e postos de saúde do tipo A e B e terraplanagem de cerca de 527 quilómetros de estradas.

Ao todo, acrescentou, serão erguidos na província 12 centros e postos de saúde, tendentes à melhoria da assistência sanitária dos cidadãos.

No que toca ao sector da energia, Joaquim Coxe explicou que a prioridade recai para a expansão da rede eléctrica nos bairros periféricos da cidade de Malanje e no município de Cangandala, enquanto nos demais municípios, com excepção de Malanje, Cacuso e Calandula, onde já há energia da rede pública, serão realizados estudos para produção de energias limpas.

A fonte lembrou que a província de Malanje tem 104 projectos inscritos no PIIM, voltados aos sectores da saúde, educação, estradas, energia e água e saneamento básico, orçados em 26 mil milhões de kwanzas.

Por outro lado, o responsável informou que as verbas alocadas para o PIP (Programa de Investimentos Públicos) vêm conhecendo uma redução significativa, passando de 8 mil milhões de kwanzas em 2014, para menos de 100 milhões em 2019, devido à oscilação económica, inviabilizando a execução de vários projectos sociais.

Neste sentido, assinalou, sem avançar detalhes, que o PIIM está a ajudar a concretizar certos projectos previstos pelo PIP.

Relativamente ao encontro, o governador provincial Norberto dos Santos disse que a iniciativa visa recolher contribuições da juventude para o desenvolvimento da região, augurando que o mesmo tenha uma periodicidade trimestral, no âmbito do reforço da governação de proximidade.

Para além do ponto de situação do PIIM, estiveram em abordagem as obras da centralidade de Malanje, desassoreamento do rio Malanje, Casa da Juventude, entre outras acções em curso na província.

Leia também
  • 16/07/2020 14:56:08

    PIIM com 15 por centos de execução no Luau

    Luena - Cinco obras no município do Luau, província do Moxico, atingiram 15 por centos de execução física, após dois meses de implementação, no quadro de 10 projectos aprovados pelo Ministério das Finanças para essa circunscrição.

  • 16/07/2020 13:18:09

    Registo civil abrange mais de 250 mil cidadãos na Lunda Sul

    Saurimo - Duzentos e cinquenta mil 683 cidadãos vão beneficiar, até 2023, de cédulas pessoais e assentos de nascimento, durante a campanha de massificação e atribuição do Bilhete de Identidade (BI), que teve início hoje, quinta-feira, na localidade do Mombo Kalunga, município de Saurimo (Lunda Sul).

  • 16/07/2020 10:18:50

    Sinistrados da Quixala recebem lotes de terra para autoconstrução

    Caxito - Cento e sessenta e quatro famílias sinistradas da zona ribeirinha da Quixala, no município do Dande, província do Bengo, começaram por receber, esta quarta-feira, lotes de terra para a autoconstrução dirigida.