Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

23 Janeiro de 2018 | 18h36 - Actualizado em 23 Janeiro de 2018 | 18h35

Modernização do Porto do Lobito impressiona ministro Zambiano

Lobito - O ministro dos Transportes e da Comunicação da Zâmbia, Brian Mushimba, mostrou-se impressionado pelos investimentos feitos no Porto do Lobito, uma infra-estrutura que poderá contribuir no desenvolvimento económico de Angola e dos países da SADC.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lobito:Vista parcial do Porto comercial

Foto: Tarcisio Vilela

O ministro zambiano falava nesta segunda-feira no final de uma visita à empresa portuária em companhia do seu homólogo Augusto da Silva Tomás.

No Porto do Lobito, o governante da Zâmbia visitou os terminais de contentores e mineiro, assim como o Porto Seco, construídos no quadro do projecto de ampliação e modernização do Porto.

Brian Mushimba ressaltou a evolução desta infra-estrutura portuária como incentivo para o governo zambiano trabalhar na  interligação da linha férrea daquele país ao caminho-de-ferro de Benguela para, através do Porto do Lobito, escoar exportações de produtos, como o cobre.  

Aquele governante também destacou como aspecto positivo da ampliação e modernização do Porto do Lobito o aumento da sua capacidade de atracação de seis para 11 navios em simultâneo.

Sobre a última fase de reabilitação e expansão do Porto, ainda por concluir, o ministro zambiano augura a sua materialização, o que virá a permitir que o cais possa receber em simultâneo 20 navios.

Por sua vez, o ministro angolano dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, destacou, na ocasião, os investimentos feitos pelo governo na aquisição de novos equipamentos e materiais modernos para os terminais portuários, bem como no treinamento dos recursos humanos.

Além disso, a delegação ministerial dos dois países visitou a estação do quilómetro zero do Caminho de Ferro de Benguela (CFB), onde constatou as novas locomotivas adquiridas para o reforço da capacidade de transportes de passageiros e de carga da empresa ferroviária.

Acompanharam a visita ao Porto do Lobito a embaixadora angolana na República da Zâmbia, Balbina da Silva, o embaixador zambiano acreditado em Angola, Lawrence Chalungumana, o vice-governador provincial para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas, Leopoldo Muhongo, assim como técnicos do Instituto Marítimo e Portuário de Angola (IMPA).

Iniciado em 2008, o projecto de ampliação e modernização do Porto do Lobito consumiu dos cofres do Estado um bilião e 250 milhões de dólares, um investimento que serviu para dotá-lo de infra-estruturas modernas, como um moderno Terminal de Contentores, o Porto Seco e o Porto Mineiro e, com isso, torná-lo num dos grandes impulsionadores da economia nacional.

Fruto da sua ampliação, o cais do Porto Comercial do Lobito pode receber agora navios porta-contentores de quarta geração, com capacidade para transportar de três a quatro mil contentores de 20 pés.  

Leia também
  • 22/01/2018 11:07:49

    Angola: Ministro dos Transportes trabalha no Cuando Cubango

    Luanda - O Ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, viajou hoje, segunda-feira, para o município do Rivungo, província do Cuando Cubango, onde vai constatar os níveis de execução das obras de construção do canal fluvial transfronteiriço Rivungo-Shangombo.

  • 15/01/2018 11:07:20

    Avião aterra de emergência em Luanda após avaria

    Luanda - Um avião das Linhas Aéreas de Angola (TAAG), que operava na rota Luanda/Lubango, regressou de emergência à capital do país, na noite de sábado último, na sequência de uma avaria técnica logo após a descolagem.

  • 13/01/2018 08:51:31

    Passageiros exigem melhorias nos autocarros

    Luanda - Correria, empurrões e desconforto são três dos principais problemas que marcam, diariamente, a rotina dos utentes de transportes públicos em Luanda.