Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

26 Setembro de 2019 | 16h34 - Actualizado em 26 Setembro de 2019 | 16h34

Bombeiros querem multas pesadas para vazamento de combustíveis

Luanda - O Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros ( SNPCB) defende uma maior fiscalização e rigorosidade na aplicação de multas aos automobilistas das viaturas que derramam combustíveis e óleos nas estradas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bombeiros limpam o pavimento devido ao derrame de combustível (Arquivo)

Foto: Pedro Parente

O seu porta-voz, Faustino Minguês, disse hoje (quinta-feira) à Angop que o derrame de combustíveis e óleo tem sido o causador de acidentes de viação com prejuízos materiais avultados e, em alguns casos, causam lesões ou perdas humanas.

Na última semana, os bombeiros foram chamados para limpar seis derrames, mais dois com relação a semana anterior, que causaram despiste, capotamento e choque entre viaturas.  

Segundo Faustino Minguês, a situação torna-se mais grave quando o pavimento está molhado com água.

Em Luanda, as estradas mais visadas são a Deolinda Rodrigues, Fidel Castro, 21 de Janeiro e Pedro de Castro.

Nas últimas 24 horas, os bombeiros registaram em Luanda  vazamentos de combustiveis nas Avenidas Fidel Castro e a estrada principal do Patriota, tendo resultado em um choque em obstáculo fixo e capotomento, causando dois feridos.

Em caso de negligência comprovada, o oficial bombeiro recordou que o proprietário da viatura deverá pagar a multa de 88 UCF (Unidade de Correcção Fiscal) por metro quadrado e no acto da entrega dos documentos uma outra multa de 90 UCF, com base num Decreto Conjunto dos Ministérios das Finanças e do Interior.

O mau estado técnico, transporte do produto em viaturas adaptadas são apontados como as principais causas dos derrames de combustíveis e óleos na via pública.

Referiu que os organismos fiscalizadores de cada município ou distrito devem  fiscalizar, enquanto a manutenção períodica das viaturas e evitar o transporte de combustíveis em carros inapropriados devem ser preocupação dos proprietários dos automóveis .

Leia também
  • 10/09/2019 17:49:50

    Mototaxistas de Icolo e Bengo beneficiam de capacetes e coletes

    Icolo e Bengo - Cem mototaxistas, dos trezentos existentes no município de Icolo e Bengo, em Luanda, beneficiaram de capacetes e coletes reflectores para o exercício da actividade de transporte de passageiro.

  • 31/07/2019 19:00:37

    Trabalhadores da TURA paralisam serviços

    Luanda - Os trabalhadores da Empresa de Transporte Urbano Rodoviário de Angola (TURA) paralisaram os serviços desde segunda-feira, em Luanda, para exigir o pagamento dos salários em atraso há 10 meses e subsídio de natal referente ao ano de 2018.

  • 03/04/2019 14:05:06

    Comboios do CFL retomam circulação de longo curso

    Luanda - Os Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL) vão repor a circulação dos comboios de longo curso, na próxima segunda-feira, partindo uma composição da estação de Ndalatando (província do Cuanza Norte) com destino para Malanje, depois de 35 dias de paralisação devido ao arrombamento da linha férrea.