Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

21 Setembro de 2020 | 13h21 - Actualizado em 21 Setembro de 2020 | 16h48

Covid-19: TAP regressa hoje a Luanda

Luanda - A Transportadora Aérea de Portugal (TAP) retoma, a partir de hoje (dia 21) os voos comerciais entre Lisboa e Luanda, num dia em que Angola reabre oficialmente o espaço aéreo para voos internacionais, depois de ter já liberado para os domésticos, no dia 14 deste mês.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

AVIÃO DA TAP, companhia portuguesa que retoma hoje os voos entre Lisboa e Luanda, seis meses depois

Foto: LUANDA

Segundo um comunicado da referida companhia, citado pelo Portal “Ver Angola”, nesse regresso, a TAP deverá escalar Luanda às segundas, quartas e sextas-feiras, com partida de Lisboa às 13h00, e regresso às 23h20 dos mesmos dias, obedecendo às medidas de biossegurança.

“O plano de retoma de operações da TAP, que agora inclui voos comerciais para Luanda, será ajustado sempre que as circunstâncias o exigirem, face à dinâmica das imposições e restrições dos vários países e mercados, em virtude da evolução da pandemia e da procura”, refere a nota.

Enquanto isso, a Transportadora Aérea Angolana (TAAG) deve retomar as suas operações internacionais nesta terça-feira (dia 22) igualmente ao abrigo do Decreto Presidencial nº 229/20 de 8 de Setembro sobre a prorrogação da Situação de Calamidade Pública no país.

Portugal e Brasil serão os países privilegiados nessa perimeira fase, depois de seis meses de suspensão dos voos comerciais, quer internacionais quer interprovinciais, devido à Covid-19, que já infectou 3848 pessoas em Angola, com 147 óbitos (dados das últimas 24h00).

Entretanto, conforme o referido decreto, esses "voos comerciais" que hoje reiniciam não contemplam viagens em turismo e lazer, estando apenas reservados a passageiros com visto de trabalho/negócio; em busca de tratamento médico; diplomatas e estudantes.

De igual modo, delegações oficiais e cidadãos residentes num destes países. Para o efeito, não precisam de autorização, devendo cumprir com os procedimentos burocráticos e/ou administrativos afins, além de efectuarem o teste da covid-19 (72h00 antes da viagem).  

A fronteira aérea agolana foi fechada a 20 de Março, por ocasião da decretação do Estado de Emergência Nacional, que vigorou entre 27 deste mesmo mês e 25 de Maio. Ainda assim, as duas operadoras (TAAG e TAP), continuaram a efectuar o mesmo trajecto com voos humanitários.

Assuntos Aviação   Transporte  

Leia também
  • 19/09/2020 14:06:10

    Covid-19: A "batalha" dos transportes públicos

    Luanda - Apanhar táxi e autocarro, para ir ao serviço ou retornar a casa, nas horas de ponta, tem sido um "calvário" para milhares de trabalhadores em Luanda, nos últimos dias.

  • 18/09/2020 19:48:16

    Covid-19: TAAG volta a voar para Benguela

    Catumbela - Com o novo avião Dash 8-400, Kwanza A, a TAAG (Linhas Aéreas de Angola) voltou, esta sexta-feira, a operar no Aeroporto Internacional da Catumbela, retomando a ponte aérea entre a capital Luanda e a província de Benguela, interrompida em Março pela pandemia da Covid-19.

  • 16/09/2020 18:42:10

    Covid-19: Ruptura de stock de testes impede viagem

    Soyo - Mais de trinta passageiros da cidade do Soyo, província do Zaire, que pretendiam viajar esta quarta-feira para Luanda, pela companhia aérea nacional TAAG, ficaram em terra devido à ruptura de testes serológicos da Covid-19.