Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Turismo

14 Dezembro de 2017 | 02h45 - Actualizado em 14 Dezembro de 2017 | 02h44

Cuanza Sul: Munícipes defendem maior preservação dos lugares turísticos

Sumbe - Os munícipes da cidade do Sumbe, Cuanza Sul, defenderam, quarta-feira, a necessidade de maior preservação dos lugares turísticos e culturais da província, para que possam atrair mais turistas nacionais e estrangeiros.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza-Sul:FORTIM DO QUICOMBO

Foto: inacio sabino

Em declarações  à Angop, sobre a preservação dos lugares turísticos e culturais, os munícipes adiantaram que é necessário a preservação destes sítios, bem como desencorajar as pessoas para não os destruir.

Para o funcionário público, Eduardo Gomes, é necessário a tomada de medidas contra todos aqueles que pretendem destruir os locais turístico da cidade, com aplicação de multas por parte da administração municipal, bem como a realização de campanhas de sensibilização sobre a importância destes locais, para que os turistas possam desfrutar das belezas natural e arquitetónica.

Já José Lemos, trabalhador administrativo, adiantou que o sector continua a preservar os locais turísticos da cidade, como o Largo da Liberdade, a Sé Catedral, Largo dos namorados, o farol, o fortim do Quicombo, as furnas da Sassa e outros lugares que devem ser usados de forma racional sem a sua destruição.

Por sua vez, o ambientalista Paulino Augusto, apela a classe empresarial para investirem nas zonas turísticas do Sumbe, com vista a criação de condições para acomodação dos visitantes, para além de se criarem novos empregos.

Leia também