Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Bié

Bié

Belezas e história no coração de Angola. A província do Bié fica bem no centro de Angola e é especialmente apta para a produção agro-pecuária.

Bié

A província

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O Bié é uma província que está localizada no centro de Angola. A presença da colonização portuguesa começou em 1560, quando o padre Gonçalo da Silveira chegou na época do expansionismo da potência colonial.

Mas só em 1572 é que os portugueses começaram a interessar-se pelo Bié, tendo nomeado seu primeiro Capitão-mor o juiz Joaquim Rodrigues, que se instalou em Ekovongo, antiga Embala principal da região. Em 1843, o então governador-geral de Angola, José Bressame Leite, orientou a exploração do sertão do Bié a um comerciante, altura em que começava a preparar a ocupação do território, mas a resistência do povo bieno fez gorar tais projectos. Na época colonial tinha a designação de Silva Porto. É referenciada como "cidade mártir", por ser a que mais sofreu os efeitos da guerra.

A população é maioritariamente de origem Ovimbundu. É formada por grupos étnicos de origem Bantu, nomeadamente os Kibalas ou Ngoiias, oriundos dos Kimbundos em Kalussinga (Andulo), os Songos a Norte, os Bailundos e Bienos descendentes dos Mbundos, fixados os primeiros no Andulo e Nhârea e os segundos no Chinguar, Cunhinga, Catabola e Camacupa. Os Luimbis ou Luenas do Kwanza e os Ambuilas no Chitembo, enquanto a faixa Leste da província de Norte a Sul é povoada pelos Kiokos.

Tem como língua nacional o Umbundu e as festas da cidade realizam-se de 15 a 31 de Agosto.

 

Superfície

A província do Bié tem uma superfície de 72.000 metros quadrados em forma de coração. Bié é uma planície situada no centro “Geodésico de Angola”, entre as coordenadas 10º 34º e, 14º 18 de latitude sul e, 15º 42 e, 19º 13 de longitude de Greenwich.

 

Distância em relação às outras cidades

 

Divisão Administrativa

Os município mais populoso é o Kuito e Andulo e o menos o Kunhinga. O Bié compreende 9 municípios, são eles:

Município Comunas
Kuito Kuito (SEDE)
Cambândua
Chicala
Trumba
Kunje (S. José / S. Porto Gare)
Andulo Andulo (SEDE)
Calucinga
Cassumbe
Chivaúlo
Kamacupa Camacupa (SEDE)
Ringoma
Umpulo
Muinha (St. Antonio da Muinha)
Kwanza
Katabola Katabola (SEDE)
Chipeta
Sande
Caiuera
Chiucca
Chinguar Chinguar (SEDE)
Cutato
Cangote
Chitembo Chitembo (SEDE)
Cachingues
Mumbué
Mutumbo
Malengue
Some Kwanza
Kuemba Kuemba (SEDE)
Luando
Munhango
Sachinemuna
Kunhinga Kunhinga (SEDE)
Belo Horizonte
Nharêa Nharêa (SEDE)
Gamba
Caiei
Lúbia
Dando

 

Clima

Tropical e de altitude, caracterizado por ser seco, doce, temperado e constante. A temperatura máxima na estação quente (chuvosa)  Setembro/Abril não excede os 20ºC a sombra, e na estação fria (seca) que vai de Maio/Agosto há por vezes geadas. O seu clima é muito propício à actividade agrÍcola. 

 

Grupos Étnicos

A população é maioritariamente de origem Ovimbundu. É formada por grupos étnicos de origem Bantu, nomeadamente os Kibalas ou Ngoiias, oriundos dos Kimbundos em Kalussinga (Andulo), os Songos a Norte, os Bailundos e Bienos descendentes dos Mbundos, fixados os primeiros no Andulo e Nhârea e os segundos no Chinguar, Cunhinga, Catabola e Camacupa.

 

 População

O Bié conta com uma população estimada em dois milhões de habitantes, maioritariamente de origem Ovimbundu. 

 

Recursos Naturais

O Bié tem um rico subsolo com minerais como Diamantes, Ouro, Ferro, Quartzo Hiliano, Pigmatite, Magnetite, Hematite, Micas brancas, Alumínios, Burgau e Latrite.